Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Ranking GreenMetric: UFLA está novamente entre as universidades mais sustentáveis do mundo

Escrito por Camila Caetano | Publicado: Domingo, 29 Novembro -0001 20:53 | Última Atualização: Quinta, 28 Junho 2018 16:56
Pelo sexto ano consecutivo, a Universidade Federal de Lavras (UFLA) aparece em destaque no UI GreenMetric World University Ranking. Nesta edição, entre todas as participantes, a UFLA obteve o 35º lugar, subindo três posições com relação ao ano passado. Esse ranking sinaliza os esforços em sustentabilidade e gestão ambiental das instituições de ensino superior em todo o mundo. O GreenMetric é uma rede mundial de universidades comprometidas com o desenvolvimento sustentável, surgido em 2010, na Universidade da Indonésia. Os resultados 2017, oitava edição, foram divulgados nesta segunda-feira (11/12). Participaram 619 universidades. Apenas 17 instituições brasileiras foram representadas no ranking. Na lista das universidades mais sustentáveis do Brasil e da América Latina, deste ano, estão a Universidade de São Paulo (USP) e a UFLA. O desempenho da UFLA tem contribuído para que a Universidade seja amplamente reconhecida como exemplo de gestão ambiental, que alia expansão e sustentabilidade. De forma recorrente, representantes da UFLA são convidados a apresentar o Plano Ambiental e Estruturante em eventos nacionais e internacionais que tratam da temática ambiental. O reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, idealizador do Plano Ambiental e Estruturante, salienta que a Universidade tem contribuído para que outras instituições brasileiras alcancem posições de destaque no GreenMetric, fortalecendo a sua missão de compartilhar conhecimentos. “É importante destacar que estamos contribuindo para a formação de profissionais comprometidos com a preservação ambiental tanto na UFLA quanto em outras universidades, uma vez que, somos sempre procurados por outras instituições para apresentar o nosso plano ambiental, sendo referência no Brasil. Este é o resultado de um esforço coletivo, que envolve toda a comunidade acadêmica”, comenta. A avaliação é organizada sob seis categorias principais: estrutura do câmpus e áreas verdes, consumo de energia, gestão de resíduos, uso e tratamento de água, políticas sobre transportes e atividades acadêmicas relacionadas ao meio ambiente. A Wageningen University & Research, Países Baixos, foi classificada em primeiro lugar, seguida pela University of Nottingham, no Reino Unido, em segundo, e pela University of California Davis, nos EUA, em terceiro. Também integram o top 10 na classificação: University of Bradford; Nottingham Trent University; University of Oxford; University of Connecticut; Bangor University; University College Cork, e Hochschule Trier – Umwelt-Campus Birkenfeld. Confira aqui o resultado completo

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.