Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Professores da Ufla obtêm aprovação de projeto no Programa Petrobrás Fome Zero

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quinta, 05 Outubro 2006 21:00 | Última Atualização: Quinta, 05 Outubro 2006 21:00

Professores da Universidade Federal de Lavras (Ufla), participaram de solenidade na sede da Petrobrás, no Rio de Janeiro, quando, foram anunciadas a aprovação dos projetos concorrentes ao Programa Petrobrás Fome Zero.

O projeto da Ufla, foi um dos 174 finalistas, em um total de 4.517 inscritos de todo o país. Foram aprovados apenas 76 e desse total 5 em Minas Gerais. Esse programa está na sua terceira edição.

O projeto é intitulado 'Galpão cidadão: potencilaizando Jovens e Adultos para o Emprego, Renda e Cidadania na Horticultura Familiar e Informática Básica'. Proposto para ser desenvolvido em parceria entre a Universidade Federal de Lavras (Ufla), a Fundação Padre Dehon e o Centro Universitário de Lavras – Unilavras. Tem por objetivo capacitar jovens e adultos de famílias de baixa renda, residentes na cidade de Lavras/MG, em horticultura de quintais e informática, visando o aproveitamento econômico de quintais de suas residências, com o cultivo orgânico de hortaliças voltadas para o comércio local e o consumo familiar, bem como a profissionalização na utilização, montagem e manutenção de computadores, numa perspectiva de geração de renda, melhoria do estado nutricional e de aumento da potencialidade dessas pessoas para o mercado de trabalho, seja no emprego formal ou em atividades autônomas em empreendimentos pessoais ou associativos.

Serão beneficiadas 120 famílias carentes dos bairros periféricos de Lavras, na horticultura de quintais e 144 jovens e adultos desempregados nos cursos de computação, sendo capacitados em software e hardware.

Para o coordenador do projeto, prof. Elias Rodrigues de Oliveira “a ação extensionista da Ufla pode ser destaque pelo impacto positivo na inclusão social, e pela qualificação profissional oferecida à população carente de Lavras”

Todos os cursos serão gratuitos e serão ministrados por estudantes da Ufla sob a coordenação de professores do DAE, DAG, DCA e DCC.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.