Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

A importância dos programas de iniciação científica para o desenvolvimento da pesquisa na Ufla

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 13 Agosto 2007 21:00 | Última Atualização: Segunda, 13 Agosto 2007 21:00

A Universidade Federal de Lavras (Ufla) apresenta um forte envolvimento em atividades de pesquisa, com um aporte financeiro de centenas de projetos financiados em diversos órgãos. Tais projetos têm proporcionado avanços no conhecimento científico e no desenvolvimento de novas tecnologias e processos. A participação de estudantes de graduação nesses projetos, por meio dos programas de Iniciação Científica, tem sido de grande importância para a formação de recursos humanos e para a execução dos referidos projetos, a maioria dos quais está em consonância com as atuais diretrizes políticas na área de ciência, tecnologia e inovação do país.

Os programas de Iniciação Científica têm como objetivos principais despertar vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação proporcionado condições para estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade. Com o grande apoio da Fapemig e do CNPq e de todos os discentes e docentes pesquisadores, houve um grande crescimento nos Programas de Iniciação Científica na Ufla, com a participação de aproximadamente 600 estudantes representando 20% do nosso alunado. Com esse aumento considerável na participação de estudantes da graduação nos Programas de Iniciação Científica na Ufla, houve necessidade de melhor estruturação dos programas, com investimento em novos programas de Iniciação Científica, com definição de critérios para a seleção de pesquisadores e de estudantes e, sobretudo de aumento no número de cotas de bolsas.

Nos últimos quatro anos, a Pró-reitoria de Pesquisa alcançou aumentos significativos no número de cotas de bolsas de Iniciação Científica. No PIBIC/ CNPq a Ufla conta com 155 bolsas, no Programa Balcão CNPq com 53, no PIBIC/Fapemig com 110, no Programa Balcão Fapemig com 40, empresas privadas 30, com aumento médio de 386% nos últimos 4 anos.
Vale ressaltar que a Pró-Reitoria de Pesquisa, por meio da Comissão do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, em julho de 2007, logrou êxito junto ao CNPq em 5 novas bolsas. Este fato é bastante representativo, não pelo número, mas pela avaliação positiva do CNPq ao nosso programa de Iniciação Científica, já que aquela Instituição nos últimos anos não atendeu a nenhuma demanda por acréscimo de bolsas feita pelas Instituições Federais.
No ano de 2005 foi implementado na Ufla o Programa de Iniciação Científica Junior (BIC-Junior). Nesse programa, apoiado pela Fapemig e CNPq, alunos do ensino médio de escolas estaduais participam de trabalhos de pesquisa nas universidades o que propicia o treinamento e maior conhecimento dos cursos oferecidos na universidade ajudando-os na escolha profissional. A Ufla possui, nesse programa, o maior número de bolsas, em número de 80, no estado de Minas Gerais.

Mais recentemente, em julho de 2007, a Ufla foi inserida em um novo programa de IC apoiado pelo CNPq que é o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e de Inovação (PIBITI). O objetivo principal desse programa é contribuir para a formação de recursos humanos em atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação. A Ufla foi contemplada com 5 bolsas em um total de 300 distribuídas no país. Vale ressaltar que em Minas Gerais a Ufla é a única Universidade que participa desse programa.

Diante do exposto observa-se que os programas de iniciação científica são prioritários na Universidade Federal de Lavras. Os membros do comitê interno que acompanham o referido programa na instituição demonstram um grande comprometimento com o mesmo.

Outro aspecto que atesta o sucesso dos programas IC nessa Universidade refere-se ao elevado percentual de alunos que participam desse programa e que posteriormente se ingressam em programas de pós-graduação nessa ou em outras instituições. A esse respeito, tem sido notório que os alunos egressos dos programas de iniciação científica são aqueles com melhor desempenho na pós-graduação.

Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.