Embaixadores UFLA: Kesley Carvalho

Na semana em que celebramos o Dia Internacional de Combate √† LGBTfobia (17 de maio), o #EmbaixadoresUFLA traz o relato da mestra em Educa√ß√£o pela #UFLA Kesley Carvalho. Que todas as pessoas tenham seus direitos garantidos e possam ocupar os espa√ßos que desejarem. O mundo √© diverso e plural! 🏳️‍🌈

Kesley Carvalho tem 40 anos e tornou-se mestra em Educa√ß√£o pela #UFLA em 2020. √Č graduada em Letras – L√≠ngua Portuguesa pela Universidade Paulista (UNIP) e hoje √© servidora estadual efetiva, lecionando aulas de L√≠ngua Portuguesa em uma escola p√ļblica. A professora atende tamb√©m alunos em aulas particulares com o intuito de ajud√°-los na prepara√ß√£o para processos seletivos como concursos p√ļblicos, vestibulares e Enem.

Veja só seu relato sobre a vivência aqui na #UFLA e o conselho para os novos estudantes:

‚ÄúA UFLA contribuiu decisiva e favoravelmente para que eu tivesse uma ex√≠mia forma√ß√£o intelectual, humana e cidad√£. Proporcionou-me, tamb√©m, um ensino s√≥lido, reflexivo e transformador, tanto da minha quanto das outras realidades. Durante minha jornada na #UFLA, pude participar do Programa Doc√™ncia Volunt√°ria. √Ä √©poca, ministrei a disciplina Linguagem, Leitura e Produ√ß√£o de textos no curso de Pedagogia, tornando-me, provavelmente, a primeira mulher transexual a lecionar na Institui√ß√£o. Fui convidada tamb√©m a palestrar em diversos eventos: destaco, aqui, o Mulheres na Ci√™ncia e a grava√ß√£o de um v√≠deo para os canais de comunica√ß√£o da UFLA referente ao dia da Visibilidade Trans. Sinto falta do conv√≠vio com os meus professores, com os quais muito aprendi. A eles, meus agradecimentos, em especial aos meus orientadores, Helena Maria Ferreira e Marco Ant√īnio Villarta-Nader, que muito me incentivaram. Sinto tamb√©m falta dos meus colegas da turma: recebam a minha gratid√£o pelos afetos, acolhidas, apoios, partilhas‚Ķ Saudades imensas das atividades extracurriculares e dos eventos acad√™micos, em geral. Quantos aprendizados me disponibilizaram!

Hoje, me considero uma profissional realizada, pois sou resultado de um processo de ensino e aprendizagem pautado num percurso formativo potencializador. Sou grata √† UFLA por me ter possibilitado saberes e pr√°ticas que significativamente orientam o meu ser e fazer docente. Aos novos estudantes: aproveitem bem as oportunidades que lhes forem oferecidas pela Universidade; participem de eventos como congressos, simp√≥sios, de projetos de extens√£o, de grupos de estudos e de pesquisas, atividades essas fundamentais que s√£o para os seus processos de forma√ß√£o. Quero direcionar a minha mensagem em especial √†s pessoas transg√™neras, em particular √†s mulheres trans e travestis, a quem busco representar, ciente dos desafios e das responsabilidades: perseverem em seus estudos e prop√≥sitos; fa√ßam isso por voc√™s e tamb√©m por aquelas e aqueles que se espelham em n√≥s e que pretendem ingressar nesta Universidade t√£o diversa. A educa√ß√£o tamb√©m √© o nosso lugar.‚ÄĚ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *