Ir direto para menu de acessibilidade.

Memórias das reuniões do CEE-Covid-19-UFLA

Em 12/3/2020, a Reitoria da Universidade Federal de Lavras (UFLA)

emitiu Portaria instituindo um Comitê Especial de Emergência para discutir e definir ações relacionadas à prevenção da infecção pelo novo coronavírus (CEE Covid-19 UFLA). O Comitê é multidisciplinar e tem reuniões periódicas para, a partir das atualizações oficiais sobre a pandemia, definir condutas necessárias no câmpus.

Acompanhe aqui as notas sobre as reuniões do CEE Covid-19 UFLA.

2021

 

12/8
13:00

Em reunião remota realizada na quinta-feira (12/8), o Comitê Especial de Emergência para Enfrentamento à Covid-19 da UFLA analisou as seguintes pautas, com as respectivas deliberações:

- Divulgação no site do CEE a memória da reunião do dia 12/8.
- Aprovação do retorno das atividades letivas presenciais a partir do dia 27/9, por causa do período de segurança para os servidores que receberão a segunda dose da vacina no início de setembro. A proposta foi aprovada por unanimidade. Encaminhar memorando à Reitoria constando esta deliberação.
- Aprovação da solicitação de afastamento fora do país para a profa. Gabriela C. B. Navarro (DIR), entretanto a referida professora deverá enviar ao CEE um protocolo de biossegurança referente ao seu retorno ao Brasil. Enviar resposta para a Reitoria referente a esta deliberação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1/3
08:00

Nota do Comitê Especial de Emergência Coronavírus (Covid-19)

  1. Sobre o Comitê

    O Comitê Especial de Emergência Coronavírus (CEE Covid-19) tem caráter consultivo e de assessoramento técnico na definição de ações para o combate à Pandemia Covid-19 na UFLA.

    Segundo a Portaria no. 90, de 3 de fevereiro de 2021, o Comitê foi designado para discutir e definir ações relacionadas à prevenção da infecção pelo Coronavírus (Covid-19) no âmbito da UFLA. Já os atos normativos que determinam o calendário da graduação e pós-graduação na Universidade ficam são competência do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (CEPE).

    Cabe ao CEE informar à Administração da UFLA sobre os critérios definidos pelas autoridades de saúde, de maneira a balizar, com critérios técnicos, as decisões do CEPE e das instâncias administrativas sobre o retorno das aulas presenciais ou de quaisquer outras atividades essenciais a serem realizadas no âmbito da Instituição, além de buscar os meios de implantar ações para a prevenção e controle dos casos. Assim, o CEE deve produzir e aprovar documentos, como protocolos sanitários e outros, para determinar as ações, bem como opinar sobre as atividades que possam ser abertas no câmpus, segundo as condições de segurança e prioridades finalísticas da UFLA.

    Cabem aos gestores e instâncias deliberativas as decisões sobre o que são atividades essenciais no âmbito de suas responsabilidades.

    Os atos normativos que determinam o calendário da graduação e pós-graduação na UFLA são de responsabilidade do CEPE.

  2.  Desta forma, o CEE Covid-19

    Considerando as discussões em torno dos documentos normativos e instrutivos; as recomendações de outros comitês universitários; as condições epidemiológicas do País; os agravamentos das situações em alguns estados; a circulação de novas cepas; a lentidão e falta de planejamento na vacinação massal da população; as condições sanitárias de Lavras; a situação dos estudantes que precisam se formar; a necessidade do País de formação de profissionais de saúde nessa situação de emergência sanitária; as questões administrativas acadêmico- pedagógicas relacionadas à formação dos profissionais, e o caráter imprescindível de oferta de parte dos conteúdos de forma presencial, o Comitê exarou o seguinte parecer:

         1. Apenas deverão ser permitidas atividades presenciais no câmpus da UFLA que sejam consideradas essenciais e não possam ser feitas a distância, considerando o risco eminente de contágio pela epidemia em curso e   sem controle;
         2. Esse Comitê entende e concorda com a Administração quanto ao fato de que o retorno das aulas práticas obrigatórias presenciais da graduação de 2020/1 e 2020/2 deverá ser considerado como atividade prioritária e   essencial, segundo a atividade finalística da UFLA. Portanto, devem ser envidados todos os esforços para o retorno seguro destas atividades e com celeridade;
         3. Para o retorno seguro é necessário considerar os seguintes critérios:

              A. Critérios Epidemiológicos apoiados no “Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo”, proposta criada pelo Governo de Minas Gerais e vigente
                   A.1. Situação epidemiológica das duas últimas semanas no município de Lavras/MG, segundo as “ondas” baseadas nos indicadores epidemiológicos e de saúde pública;

                   A.2. "Regras para as atividades de ensino, quando liberadas para funcionamento”, item 9 do Plano Minas Consciente. Observa-se que na data de 26/2 foi feita alteração nesse item (Fig.1). As mudanças serão avaliadas pelo CEE (Anexo). Até então, considerava-se que em onda amarela todas as atividades poderiam retornar com protocolos de segurança definidos. Em onda vermelha, apenas as atividades de cursos de saúde com atendimento serão permitidos.

              B. Critérios administrativos:
                    B.1. Todos os protocolos de biossegurança, planos de contingência e vigilância epidemiológica necessários estejam finalizados e aprovados pelo CEE e Vigilância Sanitária, com todas as condições para a implantação e fiscalização.

                    B.2. Os segmentos incluídos na ação tenham acesso a clara comunicação.

Isto posto, considerando esses quatro parâmetros, as atividades poderão retornar de forma segura.

Destacamos, mais uma vez, que a decisão sobre o calendário de atividades de graduação e pós-graduação, e a definição sobre quais são as atividades essenciais presenciais, cabe às instâncias administrativas competentes da UFLA. Ao CEE cabe buscar as condições de atender às exigências sanitárias e opinar sobre as condições de segurança.

 

O Comitê considera, ainda, que a vigilância deve ser permanente e, caso ocorra alguma alteração epidemiológica importante não prevista, as decisões possam ser revistas.

Documentos Normativos e instrutivos utilizados:

  1. “Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo” - Entenda o Plano | Estado de Minas Gerais (www.mg.gov.br) e Apresentação do PowerPoint (www.mg.gov.br)

  2. PROTOCOLO SANITÁRIO DE RETORNO ÀS ATIVIDADES ESCOLARES PRESENCIAIS NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19 - Revisado pelo Grupo de Trabalho criado pela Deliberação do Comitê Extraordinário COVID-19 Nº 121, de 27 de janeiro de 2021 2ª Edição Fevereiro/2021 - protocolos- sanitarios-24-02-2021.pdf

  3. Instrução Normativa Nº 109, de 29 de outubro de 2020 - Ministério da Economia/Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital/Secretaria de Gestão e Desempenho De Pessoal - Instrução Normativa Nº 109, DE 29 DE outubro DE 2020 - Instrução Normativa Nº 109, DE 29 DE outubro DE 2020 - DOU - Imprensa Nacional.

 

 

 

 

 

 


2020

 

 

 

 

25/5
17:00

Baixar Plano de Contingência em PDF

O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições regimentais, considerando o documento apresentado pelo Comitê Especial de Emergência para enfrentamento à COVID 19, designado pela Portaria do Reitor nº 220, de 12/3/2020, resolve...

 

25/5
15:00

Em reunião remota realizada nesta segunda-feira (25/5), o Comitê Especial de Emergência para Enfrentamento à Covid-19 da UFLA analisou as seguintes pautas, com as respectivas deliberações:

1 – Sobre a possibilidade reabertura do câmpus UFLA para atividades de lazer, foi considerado que, diante do cenário epidemiológico atual, ainda não é prudente tal abertura, ficando o câmpus aberto apenas à circulação dos servidores que precisam estar em trabalho presencial.

2 – Sobre a possibilidade de retorno das atividades dos médicos residentes da Veterinária, todos consideraram que não é o momento de abertura do Hospital Veterinário e que as atividades dos residentes devem ser avaliadas em conjunto com o preceptor e coordenador de área. A sugestão é de que seja avaliada uma tentativa de integração desses residentes aos serviços de saúde dos municípios onde estão residindo. O comitê considerou, portanto, não ser prudente o retorno dos residentes ao município de Lavras neste momento.

3 – Sobre a possibilidade retorno das atividades de núcleos de estudo com validação das horas online, foi relembrado que essa decisão já havia sido tomada anteriormente e que basta aumentar a divulgação acerca da permissão para realização das atividades de forma remota.

4 – Sobre o retorno de atividades de pesquisa e de pós-graduação em laboratórios, ficou decido que podem ocorrer, desde que seguindo protocolos específicos para cada ambiente. Assim, aqueles professores, orientadores e estudantes de pós-graduação que estiverem em Lavras e precisarem finalizar suas pesquisas laboratoriais deverão elaborar um plano de contingência a ser avaliado pelo Comitê. Devem contemplar orientações gerais relacionadas ao uso de máscaras, lotação máxima, uso de álcool 70%, lavagem das mãos, entre outras.

5 – No que se refere à atualização do Plano de Contingência com definição de critérios para liberação de atividades e retorno das aulas presenciais no período pós-pandemia, a deliberação foi de encaminhamento do plano de contingência atual, por email, para avaliação da nova equipe que passará a constituir o Comitê a partir de 1º de junho.

6 - Foram apresentadas as manifestações relacionadas à restrição de circulação dentro de câmpus; necessidade de divulgação do uso de máscaras dentro do câmpus e utilização de álcool 70% e, por fim, sobre pessoas do grupo de risco que estão realizando trabalho presencial. Após discussão, ficou decidido que a professora Joziana irá responder às três manifestações. Além disso, será solicitado à DCOM, a intensificação das medidas de prevenção, incluindo a elaboração de cartazes a serem afixados dentro da UFLA, solicitando o uso de máscaras. A professora Debora, deverá encaminhar um memorando circular a todos os chefes, reiterando as orientações publicadas em Portaria, acerca do trabalho remoto para servidores enquadrados no grupo de risco para Covid-19.

 

23/3
21:00

Ao avaliar o desenvolvimento das ações de prevenção ao coronavírus em Lavras, o Comitê Especial de Emergência da UFLA (CEE Covid-19 UFLA) reforça as seguintes orientações, direcionadas à comunidade de Lavras e a membros da comunidade acadêmica:

- O momento é de adesão máxima ao distanciamento social. As pessoas devem permanecer em casa, evitando, inclusive, passeios ao ar livre, caminhadas e atividades físicas pela cidade. A recomendação é de que exercícios físicos devem ser feitos de forma adaptada, em casa. Por isso, a UFLA optou por fechar o acesso ao câmpus, considerando haver uma situação de emergência em saúde. A Universidade, em situações de normalidade, será sempre um centro de acolhimento da população e espaço de interação entre as pessoas. Tão logo a pandemia seja superada, o câmpus estará novamente aberto às atividades lúdicas.

- É fundamental que as pessoas monitorem sua saúde e procurem atendimento médico apenas em caso de necessidade (clique e entenda quando procurar assistência). A ida desnecessária a hospitais, postos de saúde e outras unidades de atendimento superlota os serviços e aumenta as chances de a pessoa se infectar.

- O compartilhamento de informações em redes sociais deve ser feito com responsabilidade. É essencial consultar a fonte dos dados e reproduzir apenas conteúdos divulgados por fontes oficiais. Notícias falsas causam pânico e desinformam. Em Lavras, a situação epidemiológica permanece a mesma, sem casos da doença, mas o número de municípios com novos casos cresce a cada dia (veja o boletim epidemiológico de hoje). Tudo que está sendo feito enquadra-se em medicina preventiva - a mais adequada em saúde pública.

- A recomendação é de que os profissionais da área de saúde da Universidade incluam, em seus planos de teletrabalho, capacitações sobre a infecção por Coronavírus, já que podem ser acionados, a qualquer momento, para atuar em ações institucionais, municipais, estaduais ou federais de combate à doença. Assim, servidores das coordenadorias de Saúde e Saúde Ocupacional, e do Departamento de Ciências da Saúde (DSA), estarão preparados para atuar na linha de frente do enfrentamento, caso necessário. Os estudantes do curso de medicina também devem se capacitar, pois podem ser solicitados para atividades remotas ou presenciais, dependendo da evolução acadêmica no curso

 

22/3
23:34

Nesse domingo (22/3), os integrantes do Comitê Especial de Emergência (CEE Covid-19 UFLA) para prevenção ao Coronavírus analisaram, com a Direção Executiva da UFLA, o recrudescimento das infecções pelo vírus, o que levou à publicação da Portaria nº 247, de 22 de março, em substituição à Portaria nº 233, de 18 de março de 2020. O documento trata da adoção do trabalho remoto para manutenção das atividades da Universidade.

Em 20/3, o Ministério da Saúde declarou o reconhecimento da transmissão comunitária do coronavírus (Covid-19) em todo o território nacional. Em Lavras, não há casos da doença até o momento.

Outra pauta debatida pelo Comitê foi a solicitação da Prefeitura de Lavras para que a Casa de Hospedagem Alvorada, localizada no câmpus histórico da UFLA, seja utilizada temporariamente para apoio administrativo ao município, no enfrentamento da doença. Questões técnicas relacionadas à parceria foram analisadas, em conjunto com a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Faepe), responsável pela casa de hospedagem, e com a Direção Executiva da Universidade. A decisão é por oferecer todo o apoio possível ao município, ficando disponível a estrutura física do imóvel, cabendo à Prefeitura a organização e oferecimento dos serviços de limpeza e higienização, cuidados com a rouparia e alimentação, durante o tempo de utilização. As tratativas entre Prefeitura, Faepe e Prefeitura para o fechamento dessa parceria terão continuidade nos próximos dias.

O CEE Covid-19 UFLA também fez o balanço das ações de assistência estudantil que estão sendo feitas. A UFLA viabilizou transporte para que dezenas de estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica pudessem voltar para seus locais de origem e ficar com suas famílias nesse período de distanciamento social. Providenciou também apoio aos que não puderam retornar.

 

19/3
22:57

Os trabalhos do Comitê Especial de Emergência (CEE Covid-19 UFLA) concentraram-se em demandas específicas nesta quinta-feira (19/3). Uma delas foi o estudo sobre as condições dos estudantes da Moradia Estudantil e das formas possíveis de se viabilizar o retorno deles a seus locais de origem. Outro ponto tratado foram os estudos para avaliar a possibilidade de ferramentas para auxiliar o município no enfrentamento da epidemia, como o desenvolvimento de plataformas diagnósticas e de recursos para telesaúde. O auxílio ao município ocorre também com a participação de membros do Comitê da UFLA no Comitê Intersetorial de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (Covid-19), instituído pela Prefeitura.

O CEE Covid-19 UFLA também trabalhou, ao longo do dia, com o esclarecimento de dúvidas sobre o trabalho remoto, apresentadas por diferentes equipes da Universidade.

 

19/3
08:40

A Prefeitura Municipal de Lavras institui, pelo decreto 15.340 de18 de março de 2020, o Comitê Intersetorial de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (COVID-19) no âmbito do Município de Lavras, com membros da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

 

 

 

 

 

16/3
14:40

 

15/3
18:35

 

15/3
18:30

Na reunião deste domingo (15/3), o Comitê Especial de Emergência para prevenção ao Coronavírus (CEE Covid-19 UFLA) fez a avaliação diária do cenário relativo à doença e deliberou pela manutenção das decisões tomadas em 13/3. A situação epidemiológica regional permanece a mesma. Não há nenhum caso de infecção por coronavírus na macrorregião de Lavras. Em Lavras e na microrregião não há casos suspeitos, que estejam aguardando resultados de exames. Em Minas Gerais são quatro casos confirmados, nas cidades de Ipatinga, Divinópolis, Juiz de Fora e Patrocínio.

Os integrantes do Comitê acompanham continuamente a situação e emitem comunicados diários sobre as deliberações. As dúvidas e sugestões relativas ao tema – e de natureza institucional – que forem encaminhadas pela comunidade acadêmica ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., ou aos membros do Comitê, serão analisadas nas reuniões, para deliberações subsidiadas nas evidências técnicas disponíveis no momento. O posicionamento acerca dessas questões será incluído nos boletins diários de atualização. Apenas particularidades que não sejam de natureza institucional é que não serão tratadas nas pautas diárias.

Relembre as deliberações dessa sexta (13/3), que permanecem em vigor:

  • Manutenção do calendário acadêmico da graduação e pós-graduação. Aulas, portanto, estão mantidas;
  • Suspensão de todos os eventos a serem realizados na Universidade a partir das 7h de 16/3, inclusive os registrados e aprovados na Proec;
  • Assim como as viagens internacionais a trabalho, as viagens nacionais também estão suspensas. Bancas de defesa com membros externos devem ser realizadas por videoconferência também a partir de 16/3.
  • A vinda de professores visitantes, alunos estrangeiros ou outros convidados do exterior deve ser adiada. Os responsáveis pelas ações programadas e que envolveriam a vinda de estrangeiros devem providenciar o adiamento e informar à Diretoria de Relações Internacionais (DRI).
  • O Comitê divulgará um Boletim Técnico pela Editora UFLA, como forma de orientar e informar toda a comunidade acadêmica.
  • O Comitê recomenda, ainda, aos estudantes e demais membros da comunidade universitária que evitem, mesmo em ambientes externos, a participação em festas, eventos e outras aglomerações de grande número de pessoas.
  • Notícias falsas sobre a doença, envolvendo a UFLA e outras universidades da cidade, estão circulando. A comunidade deve ficar atenta e consultar a página oficial da UFLA, especialmente pelo link ufla.br/coronavirus. Somente por seus veículos oficiais a UFLA emite comunicados. Os textos falsos estão sendo encaminhados para investigação, pois colocam em risco a saúde pública, causando pânico e desinformações.

 

15/3
18:00

O início das aulas das novas turmas do cursinho pré-vestibular Pré-Uni, ofertado pela UFLA em parceria com a Prefeitura, foi adiado preventivamente. Diante da suspensão dos eventos cadastrados na Proec, e sendo o Pré-Uni um projeto de extensão que reúne um novo público com presença simultânea, a medida se estende também a tal projeto.

 

14/3
12:32

Os municípios de Rio de Janeiro e São Paulo já possuem casos de transmissão comunitária, o que faz com que estes municípios entrem em uma outra fase de estratégia de contenção da doença.

O Ministério da Saúde anunciou, nesta sexta-feira (13), que as orientações deverão ser adaptadas pelos gestores estaduais e municipais, de acordo com a realidade local.

“Não há uma regra única para todo o país. Cada região deve avaliar com as autoridades locais o que se deve fazer caso a caso. Neste momento, nós não temos o Brasil inteiro na mesma situação, por isso é importante analisar o cenário de casos e possíveis riscos”, destacou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira.

Lavras não possui casos de COVID-19, tampouco casos suspeitos em investigação.

Neste sentido, as medidas de prevenção assumidas por esse Comitê Especial de Emergência (CEE-COVID-19-UFLA) visam manter a estabilidade epidemiológica na qual nos encontramos. Cada decisão tem sido avaliada em função da nossa realidade e embasada em evidências técnico-científicas e nas orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde.Neste sentido, informamos que a avaliação da necessidade de suspensão de atividades curriculares e administrativas; o fornecimento de alimentação pelo RU e a circulação do transporte coletivo tem sido realizada diariamente. O CEE-COVID-19-UFLA pondera os riscos de cada ação e tem rediscutido cada uma das deliberações frente a cada nova informação epidemiológica disponível. 

As medidas recomendadas na noite de sexta-feira (13), a todos os estados brasileiros, incluem o reforço da prevenção individual com higienização das mãos com água e sabão, uso de álcool 70%, etiqueta respiratória (como cobrir a boca com o antebraço ou lenço descartável ao tossir e espirrar), mudança da forma de cumprimentar o outro (evitar beijos, abraços e aperto de mão), isolamento domiciliar ou hospitalar de pessoas com sintomas da doença por até 14 dias, além da recomendação para que pacientes com casos leves procurem os postos de saúde.

É importante ressaltar que o COVID-19 é um vírus respiratório. Neste sentido, as medidas de prevenção são as mesmas que já devemos seguir para as outras doenças respiratórias. “Algumas dessas medidas são hábitos para a vida toda, não só para agora ”, enfatizou o secretário.

O CEE-COVID-19-UFLA foi instituído pela Portaria Reitoriaº220/2020 é constituído por docentes do curso de Medicina da UFLA, que atuam na área de Doenças Infecciosas e Parasitárias, Epidemiologia e Saúde Pública; Médica Epidemiologista; Médico Infectologista; Coordenadora de Saúde da UFLA, Médico e Enfermeira do Trabalho; Coordenador de Prevenção de Endemias; Discente do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde área de Medicina II e Direção Executiva.

Comitê Especial de Emergência CEE-COVID-19-UFLA

 

14/3
12:32

 

13/3
20:25

 

13/3
12:20

O Comitê Especial de Emergência para prevenção ao novo coronavírus da UFLA deliberou pela manutenção da partida de quartas de final entre Lavras Vôlei e Guarulhos Vôlei, da superliga B de Vôlei, que ocorre hoje (13/3), às 19h, no ginásio da Universidade. A decisão foi tomada em respeito aos jogadores, que já se encontram na cidade, e devido à proximidade do evento. Como medida preventiva, a partida ocorrerá de portas fechadas, sem participação do público.

 

13/3
12:20

O Comitê Especial de Emergência para prevenção ao novo coronavírus da UFLA deliberou pela manutenção da partida de quartas de final entre Lavras Vôlei e Guarulhos Vôlei, da superliga B de Vôlei, que ocorre hoje (13/3), às 19h, no ginásio da Universidade. A decisão foi tomada em respeito aos jogadores, que já se encontram na cidade, e devido à proximidade do evento. Como medida preventiva, a partida ocorrerá de portas fechadas, sem participação do público.

 

12/3
17:00

  • Aulas estão mantidas até que o cenário epidemiológico local exija nova conduta ou haja determinação superior por parte dos ministérios da Educação ou da Saúde.
  • Serão afixadas nos ônibus do transporte interno, próximo ao sistema de ponto eletrônico e bebedouros orientações de medidas de proteção, como a necessidade de circular com janelas abertas, de se adotar as medidas corretas de proteção em caso de tosse ou espirro (etiqueta respiratória) e de ter sempre em mãos um frasco de álcool gel para higienização das mãos.
  • Haverá novas ações para divulgação visual no câmpus das orientações de prevenção, especialmente no Centro de Convivência e Restaurante Universitário.
  • Intensificação da divulgação do Ramal 1544, pelo qual a comunidade acadêmica pode acionar a empresa terceirizada caso identifique falta de sabonete ou papel nos banheiros.
  • Será solicitado aos organizadores dos eventos não adiados que incluam tela de projeção sobre medidas preventivas durante as atividades e que reforcem verbalmente as orientações. A Diretoria de Comunicação (Dcom) disponibilizará o conteúdo padrão a ser utilizado, bastando que o organizador solicite por meio do sistema ufla.br/suportecomunicacao, com pelo menos dois dias de antecedência.
  • O fluxo da fila do RU foi reorganizado, para que os estudantes passem pela pia de lavagem das mãos.
  • Sobre a realização dos eventos, permaneceram as definições divulgadas em 12/3.