Ir direto para menu de acessibilidade.
MISSÃO TÉCNICA

UFLA visita universidades nos Estados Unidos para parcerias no Capes PrInt

Escrito por Camila Caetano | Publicado: Segunda, 13 Mai 2019 13:07 | Última Atualização: Segunda, 13 Mai 2019 13:09 | Acessos: 1006
Gentileza solicitar descrição da imagem
Purdue University

Os professores que integram o Grupo Gestor da Universidade Federal de Lavras (UFLA) responsáveis por gerenciar o Programa Institucional de Internacionalização (PrInt) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) concluíram a segunda etapa das Missões Técnicas, destinadas a visitas às universidades elencadas como prioritárias dentro dos cinco países escolhidos pelo Grupo.

Nessa segunda Missão Técnica, foram visitadas quatro Universidades dos Estados Unidos. Desta vez, os professores Rafael Pio (pró-reitor de Pós-Graduação), Márcio Machado Ladeira (pró-reitor adjunto de Pós-Graduação); Teodorico de Castro Ramalho (pró-reitor de Pesquisa), Antônio Chalfun Júnior (diretor de Relações Internacionais); Luiz Roberto Guimarães e Mário Lúcio Vilela Resende estiveram na University of Illinois, Purdue University, University of Wisconsin e University of Flórida (Citrus Research and Education Center, Gulf Coast Research and Education Center e em Gainesville, sede da Universidade).

Em todas as visitas a UFLA tem sido elogiada pela organização na condução dos trabalhos do Capes PrInt. Nessa missão, o Grupo Gestor destacou as reuniões realizadas na University of Illinois, University of Flórida e Purdue University, que contaram com a presença de todos os chefes de departamento, o que possibilitou um diálogo mais intenso. Além disso, nessas três instituições os professores concordaram em financiar por um período de três meses os estudantes da UFLA que tenham bom desempenho.University of Florida Citrus Research and Education Center

Além da boa recepção pela University of Illinois, os responsáveis pela internacionalização dessa instituição pretendem organizar uma missão à UFLA. E na Purdue University há ainda a possibilidade de um acordo de dupla titulação, participação de docentes da UFLA em bancas de defesas, ministração de disciplinas de pós-graduação on-line para os estudantes e professores da UFLA e oferecer cursos que possam ser ministrados por docentes da UFLA.

O Programa

Durante os próximos quatro anos, a UFLA receberá R$11,5 milhões por meio desse programa, que auxiliará em missões de trabalho no exterior, recursos para manutenção de projetos, bolsas no exterior (doutorado sanduíche, professor visitante júnior e sênior e capacitação em cursos de curta duração), e bolsas no Brasil (jovem talento, professor visitante e pós-doutorado). Tudo isso terá o intuito de melhorar a formação dos estudantes bem como a qualidade das pesquisas desenvolvidas.

Serão disponibilizadas 84 cotas de doutorado sanduíche, distribuídas entres os programas 5, 6 e 7, nos anos 2019, 2020, 2021. Todas as pesquisas e demais ações realizadas em parceria com as universidades internacionais estarão focadas em um único tema de interesse: produção de alimentos e segurança alimentar. Os programas da UFLA que farão parte do Capes Print são: Ciência do Solo; Genética e Melhoramento de Plantas; Microbiologia Agrícola; Ciência dos Alimentos; Zootecnia; Entomologia; Fitopatologia; Fitotecnia; Agroquímica; Administração; Ciências Veterinárias; e Engenharia de Biomateriais.

Missão à Inglaterra

A primeira missão da UFLA foi realizada em Nottingham, Rothamsted Research e Lancaster, todas na Inglaterra. Durante as visitas, o Grupo Gestor identificou a possibilidade de captação de recursos internacionais, visto que essas instituições contêm projetos já aprovados que poderão ser aplicados nas universidades brasileiras que integram o Capes PrInt.

Seleção Capes

Para participar da seleção, era necessário ter, no mínimo, quatro programas de pós-graduação recomendados pela Capes na última Avaliação Quadrienal, além de, pelo menos, dois cursos de doutorado. As propostas foram analisadas por especialistas nacionais e internacionais. Das 25 instituições brasileiras contempladas, apenas quatro são de Minas Gerais: UFLA, UFMG, UFV, UFU.

A elaboração do projeto envolveu a Diretoria de Relações Internacionais (DRI), as pró-reitorias de Pós-Graduação (PRPG), Pesquisa (PRP) e Graduação (PRG), entre outras e assessorias da reitoria. 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.