Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Scolforo assina acordo de cooperação técnica entre UFLA, ABC e IBA para capacitação em países da África

Escrito por Cibele | Publicado: Terça, 11 Outubro 2016 06:46 | Última Atualização: Sexta, 30 Setembro 2016 13:16
assinatura-scolforoA parceria da Universidade Federal de Lavras (UFLA) com foco na capacitação e transferência de tecnologias para a cultura do algodão em países africanos teve mais um passo importante nesta semana. Na quarta-feira (28/9), o reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, participou da cerimônia de assinatura do acordo de cooperação técnica celebrado entre a Universidade, a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) – Itamaraty, o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) e representações da República do Burundi, República Unida da Tanzânia e República do Quênia. O projeto 'Cotton Victória', coordenado pela UFLA, prevê a promoção da cadeia produtiva e a melhoria técnica da cultura do algodão nos países africanos. A ideia é que o projeto sirva de modelo de produção e que possa ser replicado nos países africanos, que tem como foco sistemas de agricultura familiar. Para o reitor, parcerias com os países africanos fazem parte de uma das pautas prioritárias do Programa de Internacionalização da UFLA, sobretudo pela transformação social e econômica dos países contemplados pelos projetos. A equipe da UFLA envolvida na cooperação reúne os professores Antonio Carlos Fraga (DAG), Pedro Castro Neto (DEG), Renato Mendes Guimarães (DAG), Wilson Magela Gonçalves (DAG) e Alessandro Veloso Vieira (DEG). A cerimônia foi realziada na sede da ABC, e foi presidida pelo embaixador João Almino, diretor da Agência. Participaram da cerimônia o reitor da UFLA, prof. Scolforo; o presidente do IBA, Haroldo Cunha, além dos representantes dos três países da África que serão atendidos pelo projeto (Burundi, Tanzânia e Quênia): entre eles, o embaixador da República do Burundi, Gaudence Sindayiagaya e o chefe de Chancelaria da Embaixada da República Unida da Tanzânia, primeiro secretário Frank John Mhina. [caption id="attachment_124134" align="alignright" width="249"]Scolforo defende a celebração de projetos que além do caráter técnico e científico, atendem a uma importante demanda social Scolforo defende a celebração de projetos que além do caráter técnico e científico, atendem a uma importante demanda social[/caption] O presidente da ABC, embaixador João Almino ressaltou a importância da assinatura do acordo para os países africanos e enalteceu a participação da UFLA e do IBA no atendimento da demanda apresentada no acordo. Em sua fala, Scolforo fez um breve histórico da Instituição e reiterou o compromisso da UFLA em participar de projetos que além do caráter técnico e científico, atendem a uma importante demanda social. “A UFLA é reconhecida pela contribuição ao desenvolvimento da agricultura tropical e esse conhecimento pode e deve ser compartilhado com os países africanos, tendo como objetivo aumentar o acesso de alimentos a todas as pessoas”, reforçou. Os representantes dos países beneficiados destacaram a importância do acordo para seus países, ressaltando que as tecnologias que serão compartilhadas deverão resultar em uma produção mais eficiente e de melhor qualidade. Histórico da cooperação técnica O projeto intitulado “Capacitação e Transferência de Tecnologia na Cultura do Algodão”, em parceria com o Ministério de Relações Exteriores – Itamaraty, teve início em 2014, com foco na capacitação e aperfeiçoamento de profissionais da África Subsaariana. O resultado foi tão positivo que a UFLA foi novamente convidada para dar sequência como coordenadora do projeto Cotton Victória, que prevê a promoção da cadeia produtiva e a melhoria técnica da cotonicultura nos países africanos. Em maio de 2015, professores da UFLA participam de uma missão técnica para diagnóstico da cultura do algodão em três países da África: Quênia, Tanzânia e Burundi. Em maio de 2016, representantes da ABC e IBA fizeram uma visita técnica à UFLA como o objetivo de planejar novas ações para os projetos. [caption id="attachment_124135" align="alignleft" width="249"]Euipe técnica do projeto "Cotton Vitória", durante reunião na UFLA, em maio de 2016 Equipe técnica do projeto "Cotton Vitória", durante reunião na UFLA, em maio de 2016[/caption] Além da equipe de professores da UFLA, a cooperação tem o apoio técnico do coordenador da Cooperação Bilateral ABC – África, Ásia e Oceania, Nelci Peres Caixeta, dos analistas de projetos Camila Guedes Ariza e Ana Carla do Valle Mello, e do diretor técnico da IBA Gustavo Prado. Novos projetos Depois da assinatura do acordo, o professor Scolforo participou de reunião técnica na ABC, para tratar de outro projeto coordenado pela UFLA “Capacitação e Transferência de Tecnologia na Cultura do Algodão”, que deverá avançar para a segunda fase, voltada para países de língua inglesa e francesa. Com expectativa de início em março de 2017, o projeto prevê um curso de capacitação de três meses, para atender a demanda de nove países africanos de língua francesa: Costa do Marfim, Senegal, Burundi, Camarões, Benim, Burquina Faso, Mali, Chade e Togo. Para 2018, os cursos deverão atender a seis países africanos de língua inglesa: Quênia, Tanzânia, Malawi, Zâmbia, Zimbábue e Botsuana. Durante a reunião, foi sinalizada outra demanda da ABC, para que a UFLA oferte uma nova capacitação em agroecologia para  profissionais da República do Congo, semelhante ao projeto Vozes da África, coordenado pelo professor Gilmar Tavares. Também foi apresentada demanda para capacitação na área de mecanização agrícola, objetivando futuros projetos de cooperação e apoio técnico para países africanos.