Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA tem Mestrado em Ciências da Saúde/Medicina II recomendado pela Capes

Publicado: Segunda, 07 Novembro 2016 12:35 | Última Atualização: Quarta, 26 Outubro 2016 08:38
pos-graduacao-saudeA Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou na sexta-feira, 21/10, os resultados da Apresentação de Propostas de Cursos Novos (APCN) acadêmicos e profissionais. Entre eles, a proposta da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Departamento de Ciências da Saúde (DSA), para o primeiro programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (PPGCS), aprovada pela Câmara da Área de Medicina II. O Programa tem como proposta o desenvolvimento de estudos envolvendo doenças crônicas não transmissíveis e doenças infecciosas e parasitárias de interesse biomédico. As linhas pesquisa são: Alterações Metabólicas, Inflamação e Alimentos Funcionais; Epidemiologia de doenças infecciosas e parasitárias; Neurobiologia experimental e Relação parasito-hospedeiro e controle de vetores. O coordenador da proposta é o professor Luciano José Pereira, e o coordenador adjunto é o professor Fernando Ferrari Alves, ambos do Departamento de Ciências da Saúde (DSA/UFLA). Outros 12 professores compõe a equipe do Programa, incluindo a participação de professores de outros departamentos da Universidade e colaboradores de outras instituições. O Mestrado objetiva a formação de profissionais para atuar na docência e na pesquisa, no campo das Ciências da Saúde. Os egressos do Programa terão perfil multiprofissional e transdisciplinar, sendo capacitados a atuar de acordo com os princípios científicos, com forte enfoque em metodologia de pesquisa e docência, nos diferentes cenários que abrangem as áreas básicas e aplicadas da Saúde Humana. Visa atender à demanda por profissionais - docentes, pesquisadores e gestores - com conhecimentos básicos e aplicados, aptos a colaborar na promoção da saúde da população. O coordenador ressalta que a proposta foi construída coletivamente e com o apoio de profissionais de diferentes áreas do conhecimento. “Trata-se de um desafio, por ser uma área nova na UFLA, porém, ressaltou o comprometimento da equipe do DSA  uma vez que após apenas dois anos de criação, o Departamento teve sua proposta de mestrado aprovada, demonstrando o reconhecimento da capacidade de seu corpo docente. Além disso, a  estrutura da Universidade foi avaliada in loco e considerada adequada para a oferta de um programa de pós-graduação na área da saúde”, destacou. Para o Pró-reitor de pós-graduação, professor Rafael Pio, a aprovação da proposta é mais um motivo de orgulho para a Instituição. “A oferta de um curso em nova área do conhecimento vai ao encontro das metas da UFLA, que é ampliar não apenas o número de vagas e programas, mas também as opções de formação na pós-graduação para atender as demandas da sociedade”, considerou. Para o chefe do departamento, professor Thales Augusto Barçante, a proposta demonstra o comprometimento do corpo docente, com o avanço na pós-graduação. Além disso, as linhas da presente proposta permitirão integração do Programa em Medicina II com docentes de outros setores/departamentos já consolidados da UFLA. Inicialmente, estão previstas 14 vagas anuais. O edital de seleção deverá ser comunicado em breve, com provável início no primeiro período letivo de 2017. Público alvo O PPGCS será voltado para profissionais de diversas áreas de formação, preenchendo uma lacuna existente na região de Lavras para formação em nível Stricto Sensu de médicos, enfermeiros, cirurgiões-dentistas, médicos veterinários, biomédicos, biólogos, psicólogos, farmacêutico-bioquímicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, profissionais de Educação Física, nutricionistas, químicos e biotecnólogos, entre outros que queiram se tornar mestres em Ciências da Saúde. Avanços da Pós-graduação Uma importante característica da UFLA é ser reconhecida como uma Universidade de pesquisa. Isso quer dizer que um de seus alicerces é a pós-graduação, setor responsável por uma significativa parcela do avanço científico da Universidade. A história da pós-graduação na UFLA completou 40 anos em 2015. Dos dois mestrados implantados em 1975 (Agronomia com concentração em Fitotecnia e Administração Rural), a pós-graduação da UFLA evoluiu para 33 programas stricto sensu, sendo 26 acadêmicos (incluindo o Programa Multicêntrico de Pós-Graduação em Química de Minas Gerais) e 7 profissionais. Nesses programas acadêmicos, há 26 cursos de mestrado e 23 de doutorado. Embora seja uma Universidade com consolidada estrutura de graduação e pós-graduação, a trajetória dos cursos na área de saúde humana é relativamente recente: Educação Física (2007), Ciências Biológicas e Nutrição (2009) e, em 2015, o curso de Medicina. Assim, a oferta da pós-graduação na área da saúde contribui para o fortalecimento da educação continuada, o desenvolvimento do corpo docente e interação com os graduandos, oferecendo a oportunidade do contato direto com pesquisas de ponta.