Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Defendida primeira tese produzida em dupla titulação com a Universidade de Copenhague

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Quinta, 16 Março 2017 09:38 | Última Atualização: Terça, 14 Março 2017 13:32
Na sexta-feira (10/3), foi realizada a defesa, na Universidade Federal de Lavras (UFLA), da primeira tese de doutorado produzida em dupla titulação com a Universidade de Copenhague, na Dinamarca. A pesquisa “The Use of Lignocellulosic Byproducts and Cellulose Nanocrystals within Particleboard Production” foi desenvolvida pelo doutorando Ricardo Gabriel de Almeida Mesquita, no Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira. Ricardo permaneceu um ano na instituição dinamarquesa, por meio do programa Ciência sem Fronteiras. Nesse período, com a celebração do acordo que tornou possível a dupla titulação UFLA/Universidade de Copenhague, adaptou seu calendário de atividades acadêmicas para obter o título. “Foi uma experiência gratificante e recomendo-a a todos os estudantes que tiverem essa oportunidade. Aprendemos muito; aprendemos por ser outra cultura, avançamos no inglês, ficamos mais preparados para o mercado de trabalho, e melhoramos a qualidade final do trabalho científico, porque temos acesso a outros equipamentos e ampliamos o contato com professores que trabalham em perspectivas diversificadas.” [caption id="attachment_128091" align="alignright" width="249"] Paineis particulados produzidos durante a pesquisa.[/caption] A tese O trabalho envolveu a produção de painéis MDP tendo como matérias-primas partículas de Eucalyptus, conjugadas a filamentos de sisal, filamentos de coco ou partículas de bagaço de cana. Após a produção, foram avaliadas nos painéis propriedades como a absorção de água, densidade, propriedades térmicas e outras. Entre as principais observações está o fato de que os painéis reforçados com coco apresentaram potencial favorável, com propriedades similares aos painéis confeccionados somente com partículas de Eucalyptus. O mesmo foi observado em relação aos painéis reforçados com bagaço de cana. A produção desses materiais contribui para o desenvolvimento da sustentabilidade, já que os filamentos de coco são geralmente descartados nas praias. A banca A banca de avaliação contou com a presença da pesquisadora da Faculdade de Ciência da Universidade de Copenhague Lisbeth Garbrecht Thygesen. Além dela, integraram a banca o professor da Universidade de São Paulo (USP) Holmer Savastano Júnio (presidente), os professores do Departamento de Engenharia da UFLA (DEG) Juliano Elvis de Oliveira, Giovani Francisco Rabelo e Luciana Barbosa de Abreu, além dos professores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Amélia Guimarães Carvalho e Antônio José Vinha Zanuncio. O orientador da pesquisa na UFLA foi o professor Lourival Marin Mendes. Já na universidade dinamarquesa o orientador foi o professor Anand Ramesh Sanadi. Já como coorientadores atuaram José Manoel Marconcini (da Embrapa Instrumentação) e Gustavo Henrique Denzin Tonoli (da UFLA). Para abertura das atividades de defesa, estiveram presentes o Diretor de Relações Internacionais da UFLA, professor Antônio Chalfun Júnior, e o assessor da Reitoria para Desenvolvimento Acadêmico Márcio Machado Ladeira. Eles realçaram a importância da parceria entre a UFLA e a Universidade de Copenhague e aproveitaram para incentivar os demais estudantes presentes a aproveitarem as portas abertas pela internacionalização. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira O Programa tem conceito 5 atribuído pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e trabalha com aspectos relacionados à madeira e sua utilização, como o baixo impacto ambiental, a boa adequação como material de aplicação em construções, móveis, energia e outros segmentos. A proposta é que ao final do curso o pós-graduando domine as técnicas de investigação na área e proponha a utilização das madeiras em bases sustentadas. É uma área que atende a profissionais de Engenharia Florestal, Engenharia Industrial Madeireira, Tecnologia da Madeira, Engenharia Agrícola, Agronomia, Engenharia Civil, Arquitetura, Design, Química, Engenharia Química, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica e profissionais de campos de trabalho semelhantes.