Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA na Mídia: pesquisa é destaque no Estado de Minas

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 26 Abril 2017 10:34 | Última Atualização: Quarta, 26 Abril 2017 09:28
“Toque francês valoriza típico queijo do Serro: pesquisa científica encontra o fungo Geotricum candidun, levedura do famoso camembert, no microclima da cidade histórica mineira, conhecida pela produção artesanal da iguaria”- matéria publicada no jornal Estado de Minas, sábado (22/4), mostra um estudo realizado pela pesquisadora Michele Aragão, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), sob a coordenação do professor Luis Roberto Batista, do Departamento de Ciências dos Alimentos (DCA) A pesquisa confirmou que o mesmo fungo conhecido há muitos anos na França existe no Serro de maneira natural. A cidade, localizada perto de Diamantina, conta com cerca de 800 produtores de queijo artesanal. “O queijo de minas artesanal produzido no município do Serro, na Região Central de Minas Gerais, já é conhecido em todo o país pela qualidade e o paladar típico. Agora, uma descoberta científica tende a turbinar a fama do produto, impulsionando a atividade e os lucros dos produtores: o município tem no ambiente uma espécie de fungo, o Geotricum candidun, também existente na região da Normandia, na França, responsável pelo sabor e o diferencial que faz do camembert um dos célebres queijos europeus”, - trecho extraído da matéria. Clique aqui para ler a matéria completa.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.