Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Tese de professora da UFLA aborda Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Ambiental

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quarta, 03 Mai 2017 17:14 | Última Atualização: Terça, 02 Mai 2017 13:51
A professora Elaine das Graças, do Departamento de Educação (DED) da Universidade Federal de Lavras (UFLA), defendeu a tese “Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental: proposição de metodologia para Plano de Gestão Ambiental em instituições de ensino superior”. O trabalho teve a orientação dos professores José Luiz Pereira de Rezende e Luís Antônio Coimbra Borges, ambos do Departamento de Ciências Florestais (DCF). A pesquisa analisou três instituições brasileiras com as melhores notas no Exame Nacional de Desempenho Estudantil (ENADE) de 2011 para o curso de Engenharia Florestal: UFLA, Universidade Federal de Viçosa (UFV) e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), respectivamente. As questões ambientais serviram de foco para o estudo, com destaque para a articulação entre os instrumentos internos de planejamento. O estudo não teve viés comparativo, uma vez que a escolha das universidades foi em razão do reconhecimento em suas trajetórias na oferta dos cursos de Engenharia Florestal, o que pode ser confirmado pelos resultados do ENADE (2011). Dessa maneira, a tese analisou as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental (DCNEA), levando em conta as orientações para a Educação Ambiental ao organizar currículos para cursos de Engenharia Florestal. Além disso, o trabalho propôs uma metodologia para a construção de Plano de Gestão Ambiental que integre os diversos instrumentos de planejamento institucional. A pesquisa foi desenvolvida entre 2014 a 2016 e os currículos dos cursos de Engenharia Florestal e os Planos de Gestão Ambiental (PGA) das três instituições foram estudados com relação ao atendimento aos objetivos e princípios da Diretriz Curricular Nacional de Educação Ambiental (DCNEA). Professora da UFLA desde 2008 na área da educação, a doutoranda ressaltou que o cunho interdisciplinar da Educação Ambiental e a necessidade de estudos sobre o tema revelam as possibilidades de articulação entre a graduação e a pós-graduação por meio dos instrumentos de planejamento internos. A abertura do programa de doutorado em Engenharia Florestal para essa pesquisa e ainda o espírito inovador da comissão de orientação garantiram a concretização do trabalho, que poderá servir de exemplo para outras universidades do país. Abordagem integrada Entre outras contribuições, a tese, no último capítulo, descreveu os passos para a construção do plano de gestão ambiental para IFEs, apresentando metodologia formada por três etapas de acordo com as proposições da DCNEA. O estudo defendeu o conceito de “ética socioambiental”, que, segundo a DCNEA, indica uma vivência que permita o “bem viver” na integração entre o ser humano e a natureza. A vivência socioambiental deve permear as ações em relação à Educação Ambiental, contribuindo para que os cursos de graduação e pós-graduação desenvolvam ações interligadas. Essas iniciativas conjuntas podem utilizar os conhecimentos inerentes a cada curso em favor dos trabalhos planejados e previstos no PGA. Texto: Elaine Frade
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.