Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Professor da UFLA recebe prêmio de “Fitopatologista do Ano” da Sociedade Brasileira de Fitopatologia

Escrito por Samara Avelar | Publicado: Segunda, 28 Agosto 2017 09:03 | Última Atualização: Quinta, 24 Agosto 2017 14:27
O professor do Departamento de Fitopatologia da UFLA, José da Cruz Machado, foi agraciado na segunda-feira (21/8) com o troféu “Dr. Álvaro Santos Costa  - Fitopatologista do Ano”, a mais alta honraria concedida pela Sociedade Brasileira de Fitopatologia (SBF). A homenagem ao professor foi realizada durante a cerimônia de abertura do 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia (CBFito), realizado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) em Uberlândia, Minas Gerais. José da Cruz Machado é professor titular da UFLA desde 1975, atuando na área de Fitopatologia. É graduado em Engenharia Agronômica (1969) e mestre em Agronomia (Microbiologia/Fitopatologia – 1974) pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Possui doutorado em Fitopatologia/Patologia de Sementes pela Manchester University, do Reino Unido e pós-doutorado em Patologia de Sementes pela Wageningen University, da Holanda. Na UFLA, foi coordenador do curso de pós-graduação em Fitossanidade, pró-reitor de Pesquisa e coordenador da área internacional. É também membro da Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (Abrates). O prêmio O troféu “Bota Dr. Álvaro Santos Costa” é outorgado anualmente a profissionais da área de Fitopatologia com trajetórias de destaque e que contribuem para o avanço das pesquisas no país e no mundo. A premiação está em sua nona edição, e é um gesto de reconhecimento da SBF a cientistas e professores que deixaram legados em prol da fitopatologia e da fitossanidade no agronegócio brasileiro. O prêmio é resultado da indicação de uma comissão julgadora da SBF formada por fitopatologistas renomados do país, sendo também um tributo à memória do pesquisador Álvaro Santos Costa.