Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Dois Programas de Pós-Graduação da UFLA conquistam nota máxima na avaliação da Capes- cinco são considerados como de excelência internacional

Escrito por Camila Caetano | Publicado: Quarta, 20 Setembro 2017 10:41 | Última Atualização: Quarta, 20 Setembro 2017 10:20
A avaliação quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), publicada nesta quarta-feira (20/9), mostra o avanço dos Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Em 2013, pela primeira vez, um Programa da Universidade atingiu a nota 7- Ciência do Solo. Desta vez, mais uma conquista, Genética e Melhoramento de Plantas também alcançou o índice máximo da escala. Os cursos de pós-graduação são avaliados com conceitos que variam de 3 a 7, nos quais são considerados diversos fatores, como a produção científica do corpo docente e discente, a estrutura curricular do curso, a infraestrutura de pesquisa da instituição. Nos parâmetros da Capes, a nota 5 é atribuída aos cursos de excelência em nível nacional. As notas 6 e 7 correspondem aos cursos de qualidade internacional– cinco Programas da UFLA chegaram a esse patamar (Ciência do Solo, Genética e Melhoramento de Plantas, Zootecnia, Ciência dos Alimentos, e Microbiologia Agrícola). Já a nota mínima 3 é atribuída aos cursos novos. O reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo, destaca a evolução da Universidade, nos últimos anos, com relação ao índice de excelência internacional. “Em 2010, tínhamos 20 programas, e apenas dois possuíam nota 6. Em 2013, conquistamos nossa primeira nota 7 e alcançamos três notas 6. Agora, temos 35 programas, e conseguimos mais uma nota 7. Esses são ótimos exemplos de que podemos muito mais como Instituição”, salienta. Além disso, o Mestrado Profissional em Educação passou de 3 para 4, em sua primeira avaliação. Os Programas Ecologia Aplicada e Ciências Veterinárias também somaram mais um ponto, alcançando a nota 5. “Apesar da atual crise econômica que o País enfrenta, principalmente quanto à redução dos editais de auxílio à pesquisa, financiados pelas agências de fomento, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, juntamente com as Coordenações dos Programas, não mediu esforços para apoiar os Programas com ações que refletiram na melhoria das notas, como a expansão do recurso destinado ao Programa de Apoio à Publicação Científica (PAPC), a implementação do sistema de gestão da Pós-Graduação e o trabalho conjunto da nossa comunidade”, destaca o pró-reitor de Pós-Graduação, professor Rafael Pio.    Scolforo reforça ainda que para atingir um novo patamar vários fatores devem ser observados na Instituição. “Sem dúvidas, o mais importante é a participação mais efetiva dos docentes, que integram os programas que ainda não atingiram esse nível, com produção mais equilibrada, intensa e aceita nos melhores periódicos mundiais. Observem que todos os programas que foram mais exigentes, a partir dos índices Capes de produção, para que o professor participasse como docente permanente, lograram êxito, salvo raras exceções, que devem no entanto, serem valorizadas, pois tentaram. Conseguir não depende só de nós. Acreditamos que todos dão o seu máximo, a diferença está nas estratégias adotadas”, complementa. Dos 33 programas avaliados na UFLA, 14 foram classificados como de excelência nacional ou internacional (notas 5, 6 e 7); ou seja, 42%. Com relação à avaliação anterior, seis programas da UFLA aumentaram de conceito; 23 mantiveram-se com a mesma pontuação; e quatro perderam um ponto, mas, permanecem com avaliação positiva. “O que não podemos aceitar é um programa não evoluir ao longo da sua história. Por isso, cobraremos sempre mudanças pela UFLA e pelo próprio curso. No entanto, de maneira geral, entre as oscilações, a nossa comunidade demonstrou que o resultado é amplamente positivo. Gostaríamos de parabenizar a todos os envolvidos nos diferentes programas da nossa instituição, tanto nos Acadêmicos quanto nos Profissionais. Temos orgulho de ser UFLA e com certeza daremos um salto maior na próxima avaliação. Muitos dos novos professores já estarão atuando de forma efetiva em diferentes programas e também temos o firme e inabalável compromisso de plantar um futuro cada vez mais robusto, sustentável e de progresso para nossa Pós-Graduação e para a UFLA como um todo”, conclui o reitor. Rafael Pio também destaca que novas estratégias serão traçadas nos Programas de Pós-Graduação, para que a excelência seja sempre alcançada. “Nós da Pró-Reitoria da Pós-Graduação, enaltecemos o trabalho de toda a comunidade acadêmica, principalmente do corpo discente, que escolheu a UFLA para se qualificar. Ficamos satisfeitos com aqueles que alcançaram conceitos nos estratos superiores. Para aqueles que mantiveram a nota ou perderam algum ponto, iremos traçar novas estratégias e verificar no que devemos melhorar”, ressalta o pró-reitor de Pós-Graduação. Avaliação A Avaliação do Sistema Nacional de Pós-Graduação, na forma como foi estabelecida a partir de 1998, é orientada pela Diretoria de Avaliação da Capes e realizada com a participação da comunidade acadêmico-científica por meio de consultores ad hoc. Os resultados desse processo têm como objetivo: contribuir para a garantia da qualidade da pós-graduação brasileira, que se efetiva na identificação dos programas que atendam ao padrão mínimo de qualidade exigido para cada nível de curso e que, em decorrência, terão a renovação de seu reconhecimento recomendada pela Capes ao Conselho Nacional de Educação (CNE/MEC); retratar a situação da pós-graduação brasileira no quadriênio de forma clara e efetiva; contribuir para o desenvolvimento de cada programa e área em particular e da pós-graduação brasileira em geral ao fornecer, a cada programa avaliado, as apreciações criteriosas sobre os pontos fortes e os pontos fracos de seu desempenho no contexto do conjunto dos programas da área e antepor-lhes desafios e metas para o futuro; além de fornecer subsídios para a definição de planos e programas de desenvolvimento e a realização de investimentos no Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG). Confira o resultado completo dos Programas de Pós-Graduação da UFLA: ADMINISTRAÇÃO: 5 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (MESTRADO PROFISSIONAL): 3 AGRONOMIA (FISIOLOGIA VEGETAL): 4 AGRONOMIA (FITOPATOLOGIA): 5 AGRONOMIA (FITOTECNIA): 5 AGROQUÍMICA: 5 BIOTECNOLOGIA VEGETAL: 4 BOTÂNICA APLICADA: 4 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO: 3 CIÊNCIA DO SOLO: 7 CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA MADEIRA: 4 CIÊNCIA DOS ALIMENTOS: 6 CIÊNCIAS VETERINÁRIAS: 5 DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E EXTENSÃO: 3 ECOLOGIA APLICADA: 5 EDUCAÇÃO (MESTRADO PROFISSIONAL): 4 ENGENHARIA AGRÍCOLA: 4 ENGENHARIA DE BIOMATERIAIS: 5 ENGENHARIA DE SISTEMAS E AUTOMAÇÃO: 3 ENGENHARIA FLORESTAL: 4 ENSINO DE FÍSICA: 4 ENTOMOLOGIA: 5 ESTATÍSTICA E EXPERIMENTAÇÃO AGROPECUÁRIA: 4 FÍSICA: 3 GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS: 7 GENÉTICA E MELHORAMENTO DE PLANTAS (MESTRADO PROFISSIONAL): 4 MICROBIOLOGIA AGRÍCOLA: 6 MULTICÊNTRICO EM QUÍMICA: 4 PLANTAS MEDICINAIS, AROMÁTICAS E CONDIMENTARES: 4 PROFMAT: 5 RECURSOS HÍDRICOS EM SISTEMAS AGRÍCOLAS: 4 TECNOLOGIAS E INOVAÇÕES AMBIENTAIS: 3  ZOOTECNIA: 6

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.