Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia contou com programação especial na UFLA

Escrito por Karina Mascarenhas | Publicado: Domingo, 29 Novembro -0001 20:53 | Última Atualização: Quinta, 28 Junho 2018 16:56
[caption id="attachment_144992" align="alignleft" width="192"] Evento "A Matemática está em tudo" realizado na Praça Dr. Augusto Silva[/caption] A Universidade Federal de Lavras (UFLA), por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP), realizou na última semana, de 23 a 28 de outubro, uma programação especial na celebração da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Foram realizadas palestras, demonstrações experimentais, e exposições na UFLA, em escolas de Lavras e Nepomuceno. A SNCT tem o objetivo de aproximar a Ciência e Tecnologia da população, promovendo eventos que congregam centenas de instituições a fim de realizarem atividades de divulgação científica em todo o País. A ideia é criar uma linguagem acessível à população, por meios inovadores que estimulem a curiosidade e motivem a população a discutir as implicações sociais da Ciência.  Na UFLA, o “Hexágono de Saturno” foi o tema da palestra ministrada pela professora Karen Burgoa na terça-feira (24/10), abordando o mistério que envolve o sexto planeta solar.  De acordo com os cientistas da Nasa, a forma geométrica que marca o polo norte de Saturno mudou de cor do azul para o dourado, alteração possivelmente ligada a mudanças sazonais do corpo celeste. A pesquisadora explicou que uma versão do famoso hexágono já foi reproduzida em laboratório para estudo de seu funcionamento. [caption id="attachment_144994" align="alignright" width="196"] Evento "Caçadores de Meteoritos"[/caption] A quarta-feira (25/10) foi dedicada a mais uma mobilização nacional: Dia C da Ciência. Na UFLA, a ciência se transformou em brincadeira. Com a atividade “Caçadores de Meteoritos”, realizada no Museu de Ciências Naturais da UFLA, crianças das escolas de Lavras testaram seus conhecimentos e aprenderam mais sobre ciência. O desafio final consistia em localizar um meteorito escondido no espaço do museu. A educadora do 5º ano do Ensino Fundamental I do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, Edinéia Aparecida Gonçalves, aprovou a iniciativa. “É muito interessante que eles conheçam mais sobre a física, tenham esse contato com meteoritos de verdade, já que estudam isso mais na teoria. Aqui eles aprendem de maneira lúdica. Isso desperta neles o interesse de conhecer mais sobre esses mistérios do universo”, destacou.  Simultaneamente, professores e estudantes do projeto a Magia da Física e do Universo realizaram uma recreação no Centro de Cultura da UFLA, com experimentos de física que podem ser feitos até mesmo em casa. As atividades despertaram a curiosidade e o interesse da criançada, fazendo com que elas mesmas sugerissem respostas com base em seus conhecimentos. [caption id="attachment_144996" align="alignleft" width="186"] Professor Nogales realizando experimento[/caption] Segundo o professor do Departamento de Física (DFI), José Nogales, um dos responsáveis pelas atividades, o segredo está em deixar as crianças e até mesmo os adultos curiosos e não contar a resposta no momento em que os experimentos são feitos. "O questionamento sobre o porquê das coisas é o que faz as pessoas buscarem as respostas. Dizer a solução no ato do experimento faz com que as pessoas percam a curiosidade e, consequentemente, o interesse. Além do mais, para muitas coisas existem até mesmo mais de uma teoria e nenhuma hipótese deve ser descartada". As crianças foram orientadas a pesquisar sobre as técnicas e levar a resposta para suas professoras. Na quinta-feira (26/10), foi a vez de falar sobre a possível existência do um nono planeta no Sistema Solar, assunto que tem despertado a curiosidade de físicos e de amantes da astronomia em geral. De acordo com as pesquisas, o objeto cósmico teria quatro vezes o tamanho do planeta Terra. Uma curiosidade é que a descoberta do possível novo planeta foi anunciada pelo pesquisador Mike Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) – o mesmo astrônomo que tirou Plutão da lista de planetas que orbitam o sol. [caption id="attachment_144997" align="alignleft" width="194"] A matemática de uma maneira diferente atraiu um público diversificado na Praça[/caption] Ainda na quinta-feira, durante todo o dia, a matemática dominou a Praça Dr. Augusto Silva, com jogos matemáticos, desafios, oficinas, e outras atividades. A programação foi voltada para o público em geral e teve como objetivo divulgar a matemática de uma maneira diferente. Na sexta-feira (27), houve a palestra "Dinâmica de um astrônomo amador: de Iluminárias ao infinito e além", conduzida pelo membro da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon) Marcos da Silva. A Bramon é uma organização sem fins lucrativos e tem como missão desenvolver e operar uma rede para o monitoramento de meteoros com o objetivo de produzir e fornecer dados científicos à população. [caption id="attachment_145000" align="alignright" width="197"] XII Feira de Ciências[/caption] Já no sábado (28), foi realizada a XII Feira de Ciências, em Nepomuceno, com a participação efetiva de diversos núcleos de estudos da Universidade. À noite, ocorreu ainda a Festa das Estrelas no Museu de História Natural, na UFLA. Além de todas as atividades já mencionadas, a UFLA realizou durante toda a semana palestras que abordaram os pesquisadores que foram laureados com o Prêmio Nobel neste ano, nas seguintes áreas: Química, Física e Economia. Confira abaixo mais detalhes de cada palestra especial:  SNCT 2017: palestra aborda a psicologia do ser humano por trás da tomada de decisões econômicas SNCT 2017: professor explica pesquisa que recebeu Nobel de Química SNCT 2017: descoberta das ondas gravitacionais é tema de palestra na UFLA SNCT [caption id="attachment_145001" align="alignright" width="189"] Evento em Nepomuceno atraiu um significativo público[/caption] A realização da Semana conta com a participação ativa de governos estaduais e municipais, de instituições de ensino e pesquisa, e de entidades ligadas à C&T de cada região. Muitos estados e municípios já criaram suas semanas estaduais ou municipais de C&T, articuladas com a SNCT. É realizada desde 2004, sendo a coordenação nacional de responsabilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia Inovações e Comunicações (MCTIC), por meio da Coordenação-Geral de Popularização e Divulgação da Ciência, da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento. Em cada estado, existem parceiros locais que podem orientar em como participar da SNCT.  Avaliação institucional

De acordo com o pró-reitor de Pesquisa da UFLA, professor Teodorico de Castro Ramalho, "o envolvimento da comunidade acadêmica da UFLA na SNCT teve um reflexo positivo e atingiu graduandos, pós-graduandos e corpo técnico da nossa instituição".

Em conjunto com a Diretoria de Comunicação da UFLA, a proposta inicial da Pró-Reitoria de Pesquisa foi realizar o projeto de  Popularização de Ciência de Alto Impacto, levando palestras, exposições e discutindo de forma aberta a trajetória, aspectos científicos e contribuições  dos vencedores do prêmio Nobel de 2017. O pró-reitor de Pesquisa agradeceu a rica contribuição e a participação de todos e fez votos de que em eventos futuros também possa contar com essa frutífera contribuição.

Confira toda a cobertura fotográfica realizada na SNCT/UFLA: Crédito: Camila Caetano, Luciana Tereza, Mateus Lima, Panmela Oliveira, Rafael Passos, e Samara Avelar: [ngg_images source="galleries" container_ids="916" display_type="photocrati-nextgen_basic_thumbnails" override_thumbnail_settings="1" thumbnail_width="100" thumbnail_height="75" thumbnail_crop="1" images_per_page="24" number_of_columns="4" ajax_pagination="0" show_all_in_lightbox="0" use_imagebrowser_effect="0" show_slideshow_link="0" slideshow_link_text="[Show as slideshow]" order_by="sortorder" order_direction="ASC" returns="included" maximum_entity_count="500"]