Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Gestão de águas minerais em Minas foi tema de colóquio na UFLA

Escrito por Karina Mascarenhas | Publicado: Domingo, 29 Novembro -0001 20:53 | Última Atualização: Quinta, 28 Junho 2018 16:56
As práticas de gestão das águas minerais foi o tema do I Colóquio: “Esferas em diálogos” que ocorre nesta quinta-feira (7/12), na Universidade Federal de Lavras (UFLA). O evento é promovido pelo Núcleo de Estudos em Administração Pública e Gestão Social (NEAPEGS), do Departamento de Administração e Economia (DAE), em parceria com a  Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (Incubacoop). Na abertura fizeram o uso da palavra, o professor José de Arimatéia Dias Valadão, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Administração Pública da UFLA, que destacou a importância da interação entre os diversos setores em parceria com a universidade como forma de  propor soluções para a questão das águas minerais no circuito das águas do estado. Também se pronunciou o professor Renato Elias Fontes, chefe do Departamento de Administração e Economia, que ressaltou que a água é um produto de integração social que deve ser trabalhado com responsabilidade. Já o pró-reitor de Extensão e Cultura , professor João José Granate de Sá e Melo Marques, destacou a relevância dos trabalhos de extensão universitária como forma de  levar os conhecimentos adquiridos pelas pesquisas à comunidade. O evento contou com a presença de professores, pesquisadores e estudantes da UFLA e de representantes de organizações públicas e privadas. Destaque para a participação de renomados nomes na área, como o professor Gilberto Coelho do Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos  em Sistemas Agrícolas da UFLA, do especialista em economia do meio ambiente, professor Pedro dos Santos Portugal Júnior do Centro Universitário do Sul de Minas (UNIS-MG),  da professora Eloísa Helena de Souza Cabral (DAE),  do promotor Bergson Cardoso Guimarães - coordenador Regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente da Bacia do Rio Grande -, de Eduardo de Araújo Rodrigues, servidor do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) , além dos ativistas da ONG Nova Cambuquira e de doutorandos da UFLA. Circuito das Águas de Minas Gerais Composto por 14 municípios,  localizados no Sul de Minas Gerais, o Circuito das águas de Minas Gerais tem a missão de promover o desenvolvimento turístico sustentável naquela região por meio de articulação dos municípios e da proposição e gestão compartilhada de políticas, programas e projetos, buscando a melhoria de qualidade de vida das comunidades envolvidas. Karina Mascarenhas- jornalista, bolsista Fapemig/UFLA. 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.