Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA na Comunidade: projeto oferece fisioterapia veterinária a animais de grande e pequeno porte

Escrito por Karina Mascarenhas | Publicado: Sexta, 20 Abril 2018 18:38 | Última Atualização: Quarta, 29 Agosto 2018 16:16

Cuidar do corpo é essencial para uma melhor qualidade de vida e, em alguns casos, a atenção com o desempenho físico precisa ser ainda mais especial. Esse cuidado não deve ser diferente com os animais. Por isso, na UFLA, um projeto de extensão do Departamento de Medicina Veterinária tem atuado na prevenção de lesões e na reabilitação física de animais, avaliando também o desempenho de competidores para que sua atuação seja otimizada.

A iniciativa partiu de um grupo de estudantes do curso de Medicina Veterinária, que, após participarem de um curso de fisioterapia veterinária com o professor Marcos Rodrigues de Mattos, sentiram vontade de trazer o serviço pra Instituição e oferecer à comunidade. O grupo pioneiro na região de Lavras começou suas atividades em novembro de 2017 e, na época, atendiam somente equinos. Com o aumento da demanda pelo serviço, estenderam os atendimentos a animais de pequeno porte, como pets. O grupo já atendeu também animais silvestres, como um veado e uma maritaca.

Marcos, que é também o coordenador do projeto, relata com muita alegria a satisfação de, em pouco tempo, o trabalho ter beneficiado tantos animais e seus donos, mostrando o potencial da fisioterapia veterinária. "Acho que esse aprendizado que está sendo transmitido é imensurável em termos de conhecimento para os estudantes. A possibilidade de estar com o animal, fazer o tratamento e ver seu resultado, é inestimável para as pessoas envolvidas no projeto”, explicou.

Beatriz Ventura Dreyer, Débora Moreira Grass, Karoline Sato e Raquel Athanasio são algumas das estudantes que auxiliaram na implementação do projeto na universidade. De acordo com Débora Grass “o projeto de extensão acrescenta muito, porque é algo que falta na região. Além disso, a satisfação de ver os animais desenvolvendo junto com o projeto é imensurável”, ressaltou.

Marquinho Vilela, um dos atendidos pelo projeto, é treinador e instrutor de equitação em Lavras. Ele possui cavalos de alta performance , que estão sempre em competições. De acordo com ele, o trabalho da equipe está sendo uma oportunidade ótima para aumentar o bem estar dos cavalos. “Depois que começou o atendimento, percebemos uma melhora no aquecimento dos equinos, ganhando tempo nos treinamentos. Os animais vão e voltam mais relaxados do trabalho. Em longo prazo, isso vai trazer maior durabilidade dos animais, além de diminuir o risco de lesão”, completa.

Por se tratar de um projeto de extensão, a equipe não cobra para atender os animais, apenas uma contribuição para a manutenção dos materiais utilizados no atendimento. Há ainda a isenção de taxas para pessoas que comprovem a impossibilidade de pagamento.

Interessados podem entrar em contato com a equipe pelo telefone (35) 3829-1245 e pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., ou então procurar o hospital veterinário, no câmpus da UFLA.

Confira a matéria sobre o projeto: 

Alberto Moura, estagiário DCOM/UFLA

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.