Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Medicina Veterinária da UFLA marca presença no Congresso da Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil

Escrito por Camila Caetano | Publicado: Segunda, 26 Março 2018 12:11 | Última Atualização: Segunda, 27 Agosto 2018 13:51

Os estudantes do curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Lavras (UFLA) Camila Ribeiro Pereira e Iago Vinícius Sá Fortes Junqueira tiveram seus trabalhos aceitos para apresentação oral e sob a forma de pôster no 42º Congresso da Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB).

Eles fazem parte dos Núcleos de Estudo Grupo de Estudo em Anatomia Comparada (Geac), coordenado pelo professor Gregório Corrêa Guimarães; Diagnóstico por Imagem (Nudi), coordenado pelo professor Antônio Carlos Cunha Lacreta Júnior; e do Grupo de Estudos em Animais Selvagens (Geas), coordenado pelos professores Lacreta e Samantha Favoretto. Os estudantes também desenvolvem projetos de iniciação científica junto à Pró Reitoria de Pesquisa (PRP).

Os resultados a serem apresentados pelos estudantes envolvem estudos morfológicos de animais silvestres como o Quati (Nasua nasua), Ouriço-chacheiro (Coendou prehensilis), Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla) e Veado-catingueiro (Mazama gouazoubira). Os estudos foram realizados em parcerias estabelecidas entre os laboratórios de Anatomia Veterinária, da UFLA, e de Anatomia Veterinária, da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Além dos setores de Diagnóstico por Imagem, e Cirurgia e de Animais Selvagens, ambos da UFLA.

"Os trabalhos desenvolvidos têm contribuído para descrições de particularidades anatômicas pertinentes à biologia das espécies em questão com vistas à prática veterinária. O assunto é pertinente e demonstra a importância dos estudos anatômicos associados ao diagnóstico por imagem nas espécies silvestres, que muitas vezes são básicos, mesmo sendo imprescindíveis para a prática veterinária", destaca o professor Gregório. 

O Congresso será realizado na cidade de Brasília/DF, no Estádio Mané Garrincha, no período de 4 a 7 de abril e reunirá profissionais, estudantes, instituições e órgãos competentes não apenas do Brasil, mas de todo o mundo. Além da programação científica e dos minicursos, a apresentação oral de diversos trabalhos científicos durante o Congresso oportunizará a troca de experiências entre os profissionais e estudantes participantes. 

A SZB foi idealizada e fundada em Sorocaba/SP, no dia 23 de setembro de 1977. Foram muitos anos de consolidação e crescimento, e durante esse tempo, vários profissionais dedicaram seu tempo e seu conhecimento na presidência democrática desta entidade. Neste ano, a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) e a Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB) lançam a temática do 42° Congresso da SZB, “Zoos e Aquários: E se formos um só? Manejo integrado pela conservação”.

O objetivo é motivar a integração e comunicação entre as instituições do País, discutindo a urgente necessidade de manejar as populações de animais sob os devidos cuidados, de acordo com registros genealógicos internacionais e regionais vigentes, e, também, pelo uso de novas biotecnologias disponíveis.