Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

MEC suspende bolsas de doutorado pleno no exterior

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Domingo, 16 Março 2008 21:00 | Última Atualização: Domingo, 16 Março 2008 21:00

Capes quer priorizar modalidade ´sanduíche´, feita em parte no próprio país.

O Ministério da Educação (MEC) suspendeu a concessão de novas bolsas de doutorado pleno no exterior, à exceção dos Estados Unidos. A decisão foi tomada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que planeja reestruturar o programa de bolsas.

A Capes quer dar ênfase a outra modalidade de pós-graduação no exterior, o chamado doutorado sanduíche, em que apenas parte do curso é feita em universidades estrangeiras. Atualmente, a Capes tem 632 bolsistas de doutorado pleno no exterior.

O edital para bolsistas plenos deveria ter sido lançado até outubro de 2007, o que não ocorreu.Quem busca informações na Internet (www.capes.gov.br ) só encontra a opção de auxílio para estudar nos Estados Unidos.

“As inscrições para bolsas de doutorado pleno nos demais países estão suspensas em 2008. O programa será reestruturado e aperfeiçoado, de acordo com as diretrizes da recémcriada Diretoria de Relações Internacionais da Capes”, diz o texto.

Capes quer conter evasão de doutores Um doutorado no exterior dura quatro anos. Na modalidade plena, o curso inteiro é feito na universidade estrangeira, incluindo a defesa da tese.

No doutorado do tipo sanduíche, o bolsista começa e termina o curso no Brasil. A duração é a mesma — quatro anos. No meio do curso, o estudante passa entre 12 e 18 meses no exterior. Mas o doutorado sanduíche é mais eficiente. Os alunos não perdem o contato com o Brasil. Eles vão inseridos numa linha de pesquisa e o título de doutor é emitido aqui.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.