Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Primeira agência brasileira de fomento à ciência e tecnologia completa 57 anos

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 29 Abril 2008 21:00 | Última Atualização: Terça, 29 Abril 2008 21:00

Mais de 10 mil pesquisadores apoiados pelo Programa de bolsas de Produtividade em Pesquisa, mais de 17 mil bolsas de Mestrado e Doutorado, contribuindo ainda com a iniciação científica e tecnológica de mais de 25 mil estudantes de graduação e de ainda 8 mil estudantes de ensino médio, são alguns dos indicadores que o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT) exibe ao completar 57 anos de apoio ao desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação do país.

Para comemorar os expressivos avanços conquistados, a agência homenageou dez notáveis da pesquisa científica e tecnológica com o diploma de Pesquisador Emérito, um título destinado ao pesquisador brasileiro, ou estrangeiro radicado no Brasil há pelo menos 10 anos, pelo conjunto de sua obra científico-tecnológica e por seu prestígio junto à comunidade científica.

O objetivo da homenagem aos pesquisadores é reconhecer o trabalho daqueles que dedicam uma vida inteira à pesquisa científica e à formação de recursos humanos qualificados, tornando-se personagens fundamentais para as conquistas alcançadas pelo país. Além do diploma, o pesquisador receberá o direito a passagens e até seis diárias para a participação em um congresso científico, no País ou no Exterior, no ano da concessão do prêmio ou no ano subseqüente.

Os homenageados deste ano foram os pesquisadores Alfredo Scheid Lopes, Luiz Hildebrando Pereira da Silva, Ricardo Renzo Brentani e Warwick Estevam Kerr, da área de Ciências da Vida; Antonio Fernando Ribeiro de Toledo Piza e Roland Köberle, Ciências Exatas; José Murilo de Carvalho e Wilson Cano, Ciências Humanas; além de José Thomaz Senise e Walter Arno Mannheimer, Engenharias.

Menção Especial

Na ocasião, o CNPq prestou reconhecimento ao apoio que instituições brasileiras vêm concedendo a agência, na parceria para incentivar a pesquisa científica, tecnológica e de inovação no país. Serão homenageados com a Menção Especial de Agradecimento a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação, o Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (CONFAP), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), a Secretaria de Agricultura Familiar (SAF) do Ministério do Desenvolvimento Agrário, e o Departamento de Ciência e Tecnologia (DECIT), da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde.

Igualdade de Gênero

Uma parceria entre o CNPq e a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), da Presidência da República, com o Ministério da Educação, Ministério da Ciência e Tecnologia e o Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher, a 3ª edição do Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero também foi entregue durante a solenidade de aniversário da agência, e contou com a presença da ministra da SPM, Nilcéa Freire.

Criada em 2005, a premiação acontece por meio do concurso de redações para estudantes do ensino médio e de artigos científicos para estudantes de graduação e graduados, com o objetivo de estimular a produção científica e a reflexão acerca das relações de gênero no país e promover a participação das mulheres no campo das ciências e carreiras acadêmicas, além de buscar contribuir também para a construção de um ambiente democrático de discussão nas escolas e universidades de todo o país sobre as desigualdades existentes entre mulheres e homens e incentivar os alunos e alunas a produzirem textos sobre o tema.

Durante o evento, foram homenageados os servidores da Agência que completaram, no ano de 2007, 25 anos de serviços prestados ao CNPq, além de realizadas a entregas dos prêmios Melhor Idéia e Desempenho e Qualidade aos agraciados de 2008.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.