Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Ciência mais próxima da sociedade

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 03 Junho 2008 21:00 | Última Atualização: Terça, 03 Junho 2008 21:00

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (fapemig)acaba de lançar o edital 13/2008 'Apoio à Difusão e Popularização de Ciência e Tecnologia'. Serão investidos R$2 milhões no financiamento de projetos voltados para a difusão de informações sobre a produção científica e tecnológica do Estado e suas implicações no cotidiano dos cidadãos.

As propostas podem ser enviadas até o dia 4 de agosto, através do preenchimento do formulário eletrônico disponível no aplicativo AgilFap (www.fapemig.br/agilfap). Podem concorrer ao financiamento museus, centros e parques de ciências, instituições de ensino e/ ou de pesquisas, públicas ou privadas, sediadas em Minas Gerais.

O edital contemplará projetos que filiem-se a uma das três linhas temáticas: instalação ou aprimoramento de centros, museus e parques de ciências, fixos ou itinerantes; produção de experimentos, material gráfico ou de ensino, modelos e equipamentos de multimídia; e cursos para treinamento e capacitação de professores, exclusivamente para parques e museus de ciência com atendimento contínuo a público externo.

De acordo com o presidente da Fundação, José Geraldo de Freitas Drumond, o propósito do edital é fazer com que as pessoas percebam que a ciência faz parte do seu dia-a-dia. 'O objetivo da Fapemig é mostrar ao cidadão a importância da ciência para seu cotidiano e para a melhoria da qualidade de vida de toda a sociedade', explica.

O edital já pode ser acessado no endereço www.fapemig.br/admin/editais/upload/Edital_13-2008_Popularizacao.pdf.

Mais Informações podem ser obtidas com a Central de Informações: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sucesso
Em sua primeira edição, lançada em 2004, o edital de Popularização da Ciência recebeu 62 propostas, das quais 29 receberam financiamento. Uma segunda edição foi lançada em 2006: das 56 propostas recebidas, 24 foram contratadas. No ano passado, 40 dos 68 projetos enviados à Fapemig foram selecionados.

Um exemplo de projeto aprovado neste edital é desenvolvido pelo Jardim Botânico da Fundação Zôo Botânica de Belo Horizonte. O objetivo é criar um espaço para a conservação e educação ambiental dedicado à Mata Atlântica. Para isso, a equipe irá reproduzir, em uma estufa, esse bioma. 'O projeto objetiva contribuir para a conservação de espécies em extinção da Mata Atlântica. Ao mesmo tempo, com a exposição ao público, esperamos conscientizar sobre a importância de sua preservação e popularizar o saber científico', explica a coordenadora do trabalho, a bióloga Juliana Ordones Rego.