Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Curso aborda genética de espécies arbóreas

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quinta, 21 Mai 2009 09:03 | Última Atualização: Quinta, 21 Mai 2009 09:03
A Genética de populações em espécies arbóreas estará em debate em um curso que será ministrado pelo pesquisador Alexandre Magno Sebbenn, do Instituto Florestal de São Paulo. O evento, direcionado a estudantes de graduação, pós graduação, professores e profissionais que se interessam pelo tema, será realizado entre os dias 25 e 29 de maio, das 8h às 11h e das 14h às 18h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo telefone (35) 3829-1431.

 

Promovido pelo Laboratório de Conservação Genética de Espécies Arbóreas, do Departamento de Ciências Florestais (DCF), o curso abordará a análise de diversos fatores que envolvem a genética de populações como a herança, ligação entre locos, sistema de reprodução, estrutura genética espacial dos genótipos, diversidade genética, endogamia e parentesco, estrutura genética, fluxo gênico remoto e contemporâneo, e a influência de fatores evolutivos (seleção natural, deriva genética, migração e mutação) e humanos (poluição, manejo, fragmentação, seleção artificial, conservação genética) nesses fatores.

 

Der acordo com a coordenadora do curso, prof. Dulcinéia de Carvalho, o objetivo é atualizar o conhecimento dos participantes e mostrar a importância de se entender a evolução das espécies. “A genética de populações estuda a genética de grupos de indivíduos. Tais estudos são fundamentais para entender a evolução das espécies, melhorar, conservar e manejar populações naturais e em domesticação”.

 

Sobre o pesquisador

 

Alexandre Magno Sebbenn possui graduação em Engenharia Florestal pela Universidade Federal de Santa Maria (1992), mestrado em Ciência e Tecnologia de Madeiras pela Universidade de São Paulo (1997), doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas (2001) pela mesma Universidade e pós-doutorado em Genética Florestal (2007) pelo Institut für Forestgenetik und Forstpflanzenzüchtung, Bundesforschungsanstalt für Forst- und Holzwirtschaft (BHF), Grosshansdorf, na Alemanha.

 

É pesquisador científico do Instituto Florestal de São Paulo, professor de genética de populações nos cursos de pós-graduação da UNESP/Ilha Solteira (Agronomia) e Universidade Federal de Santa Catarina (Recursos Genéticos Vegetais) e revisor de diversas revistas científicas nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Recursos Florestais e Engenharia Florestal, com ênfase em Genética Florestal, atuando principalmente nos seguintes temas: genética de populações, genética quantitativa, melhoramento florestal e conservação genética.

 

Outras informações no Laboratório de Conservação Genética de Espécies Arbóreas pelo telefone (35) 3829-1431.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.