Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Projeto produz materiais para análise de metais pesados

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quinta, 05 Novembro 2009 13:27 | Última Atualização: Quinta, 05 Novembro 2009 13:27

O projeto “Pesquisa e Desenvolvimento de Materiais de Referência para Análise de Elementos-Traço em Solos, Planta e Fertilizantes”, desenvolvido pelo departamento de Ciência do Solo (DCS) foi contemplado com recursos da Fapemig no edital 13/09 – Tecnologia Industrial Básica (TIB). Coordenado pelo professor Luiz Roberto Guimarães Guilherme, o trabalho receberá um investimento de R$ 112.093,72 para a pesquisa e produção de materiais de referência de solo, planta e fertilizantes de acordo com as normas internacionais, visando reduzir gastos com a compra de padrões internacionais e, ao mesmo tempo, adequar o Laboratório de Geoquímica Ambiental da Ufla para futura produção de materiais de referência certificados.

De acordo com o professor Luiz Roberto, a proposta conta com a importante parceria da Campo Análises Agrícolas e Ambientais, através do seu Centro de Tecnologia Agrícola, dirigido pelo engenheiro agrônomo Geraldo Jânio Eugênio de Oliveira Lima, que cursou mestrado em Ciência do Solo na Ufla e atualmente está como gerente da Qualidade da Campo. “Vamos produzir material de referência de solo/sedimento, planta e fertilizantes agrícolas para utilização quanto à sua composição química elementar, com ênfase para elementos-traço, vulgarmente denominados metais pesados”.

O Edital TIB foi lançado pela primeira vez em 2008 em uma iniciativa pioneira, A idéia nasceu do trabalho e das discussões da Rede Metrológica de Minas Gerais (RMMG). Formada por laboratórios especializados, a Rede busca estimular e promover o desenvolvimento na prestação de serviços de ensaio e calibração e fomentar a cultura metrológica no Estado, permitindo também a competitividade dos laboratórios mineiros nos âmbitos nacional e internacional.

Os laboratórios metrológicos são aqueles que têm, como atividade principal, calibrações ou ensaios em diversas áreas. A Tecnologia Industrial Básica (TIB) é o conjunto de ferramentas técnicas de uso indiferenciado pelos diversos setores da economia, indústria, agricultura, comércio e serviços, e compreende as áreas de metrologia, normalização, regulamentação técnica, avaliação da conformidade, acreditação, inspeção, ensaios, certificação, propriedade intelectual e informação tecnológica.

A versão 2009 do edital foi lançada devido ao sucesso da primeira versão, publicada ano apssado. Nesta edição, foram contempladas 11 propostas, em quatro linhas temáticas: padrões e métodos de medição; processos de medição; materiais de referência; e sistema de gestão de qualidade de laboratório. Juntas, elas representam um investimento de R$1,4 milhão.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.