Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Doutorando da Ufla é premiado em Congresso no Canadá

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 09 Novembro 2009 12:37 | Última Atualização: Segunda, 09 Novembro 2009 12:37
O trabalho sobre uma espécie de mamona e sua tolerância em áreas que contem concentração de cádmio e chumbo rendeu ao doutorando Enio Tarso de Souza Costa, do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, o segundo lugar no 2009 Joint Annual Meetings da Canadian Society of Agronomy, Canadian Society of Soil Science e Canadian Society of Agricultural and Forest Meteorology. O evento, realizado em Guelph, no Canadá, reuniu pesquisadores de vários países que se dedicam ao estudo e a análise do solo.

 

Intitulado “Toxidez de cádmio e chumbo em mamona cultivada em solução nutritiva”, o trabalho avaliou o crescimento da mamona (Ricinus communis cv. Guarany) cultivadas em solução nutritiva na presença de cádmio e chumbo, visando avaliar seu potencial fitoextrator e sua tolerância a esses elementos. “Caso a planta de mamona se mostrasse tolerante a esses metais, ela poderia vir a se constituir em uma alternativa para o manejo e a remediação de áreas contaminadas”, explica Ênio que, além de estudante da Ufla, é bolsista de doutorado sanduíche do CNPq na University of Guelph, no Canadá.

 

De acordo com o estudante, a mamona não apresentou características de uma planta fitoextratora, ou seja, aquela que consegue acumular elevadas concentrações de metais na sua parte aérea. “Ela foi pouco tolerante ao cádmo e tolerante ao chumbo, sendo indicada para uso na fitoestabilização de áreas contaminadas com esse ultimo elemento. Seu cultivo em áreas contaminadas e o potencial para aproveitamento das sementes para a produção de biodiesel deverão ser precedidos de um estudo mais detalhado em campo”.

 

O trabalho premiado contou com a participação dos estudantes egressos do programa de pós em Ciência do Solo, Évio Melo, Bruno Ribeiro, Euzelina Inácio e Eduardo Severiano, além dos professores Valdemar Faquin, Luiz Roberto Guilherme – seu orientador no Brasil – e Beverley Hale – sua orientadora no Canadá. Além do prêmio, de 300 dólares, o estudo foi destacado na cerimônia de encerramento do evento.

 

Não foi a primeira vez que os trabalhos de Ênio tiveram reconhecimento pela qualidade das pesquisas e relevância dos temas abordados. Ele teve sua dissertação de mestrado escolhida como a melhor da Ufla, em 2007. Atualmente ele dá continuidade a sua linha de pesquisa no doutorado, sob a orientação do professor Luiz Roberto Guimarães Guilherme.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.