Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Caminhos para sustentabilidade no sistema viário nacional

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 24 Agosto 2010 05:21 | Última Atualização: Terça, 24 Agosto 2010 05:21







Estradas e áreas verdes convivendo lado a lado, em perfeita harmonia. A mobilização de órgãos governamentais e a população em geral para preservar a fauna das regiões onde são construídos os sistemas viários é o grande desafio. Diante dessa realidade, pesquisadores e especialistas em gestão ambiental se reuniram na Ufla nesta segunda-feira, dia 23, no 1° Congresso Brasileiro de Ecologia de Estradas (Road Ecology Brazil 2010) para discutir meios de reduzir os efeitos das rodovias sobre a biodiversidade.


O evento conta com a participação de profissionais que atuam nos mais diversos aspectos relacionados à Ecologia de Estradas, incluindo atividades de pesquisa, administração, implementação, manejo e conservação, gerando um fórum de debates e divulgando os resultados de pesquisas atuais, apontando os desafios e desenvolvendo soluções para um futuro sustentável. Participaram da abertura dos trabalhos representantes do Ministério dos Transportes, Ieda Rizzo; e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Janice Cabús.

Segundo Ieda Rizzo, a responsabilidade sobre os impactos causados no meio ambiente na construção de rodovias e estradas deve ser compartilhada entre órgãos governamentais, empresas e sociedade civil. “Devemos ter um olhar mais global sobre essas questões e analisar como tratamos o meio ambiente. Vivemos numa mudança de paradigmas na qual o grande desafio é como fazer as obras, necessárias para o desenvolvimento do país, sem causar grandes impactos ao meio ambiente”.

A representante da ANTT, Janice Cabús, ressaltou a importância da articulação interinstitucional proposta pela organização do Congresso. “Essa iniciativa vai propiciar a troca de experiências que vai contribuir para aprimorar a relação do transporte com o meio ambiente”.

O Road Ecology Brazil 2010 é uma realização do Programa de Pós-Graduação em Ecologia Aplicada da Ufla, através do Grupo de Pesquisa em Ecologia de Estradas. Conta com o apoio institucional Universidade Federal do ABC e da Universidade Veiga de Almeida, e com o patrocínio da Fapemig, Capes, CNPq e da Concer.

 

Planejamento

De acordo com o organizador do evento, prof. Alex Bager, o Congresso é mais uma das iniciativas propostas pelo Grupo de Pesquisa em Ecologia de Estradas que foi criado no ano passado. O objetivo é fortalecer essa linha de pesquisa nos cursos de graduação e pós-graduação, repercutindo ainda mais essa temática para o desenvolvimento de ações práticas, além de subsidiar a criação de leis e políticas que caminhem para uma relação sustentável entre o meio ambiente e o sistema viário.

Ainda segundo Bager, a expectativa dos organizadores é realizar o evento a cada dois anos. Nesta fase inicial, o congresso será realizado em anos consecutivos, para mobilizar ainda mais pesquisadores e repercutir o assunto em toda a sociedade. “Em 2011 o evento terá a apresentação de trabalhos técnicos. Também será dada a oportunidade de realização de simpósios paralelos, organizados por instituições parceiras”. 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.