Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Trabalho foi premiado em simpósio internacional

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Terça, 08 Fevereiro 2011 12:01 | Última Atualização: Terça, 08 Fevereiro 2011 12:01
 

O trabalho “Análise exploratória de teste de aceitação usando mapa de preferência interno multidimensional obtido por PARAFAC” foi premiado como a melhor apresentação no VI Ibero-American Sensory Analysis Symposium.

 

Desenvolvido pelo doutorando em Agroquímica Cleiton Antônio Nunes e pelas professoras Ana Carla Marques Pinheiro e Sabrina Carvalho Bastos, ambas do Departamento de Ciências dos Alimentos da UFLA, o trabalho foi premiado entre outros 221 de pesquisadores de vários países.

 

A pesquisa

 

Os autores do trabalho explicam que o mapa de preferência interno é uma ferramenta muito útil para a avaliação da aceitação de um produto, tendo em vista que é baseado na análise das opiniões de consumidores. Em sua forma clássica, esse mapa avalia a opinião de consumidores para cada um dos atributos sensoriais (aparência, sabor, aroma). individualmente, o que, em muitos casos, dificulta eleger o produto mais bem aceito. Já o método proposto analisa as respostas dos consumidores levando em consideração todos os atributos sensoriais simultaneamente, o que representa melhor a percepção dos consumidores nos testes de aceitação e facilita a escolha do produto mais bem aceito.

 

De acordo com a profa. Ana Carla, “este trabalho inovou porque propõe a construção de um mapa multidimensional, que fornece informações mais globais sobre a aceitação dos produtos pelos consumidores nos estudos sensoriais”.

 

Segundo os pesquisadores, “o método proposto foi aplicado em testes de aceitação de vários produtos alimentícios, como pães, hambúrgueres e iogurtes. Os resultados obtidos pelo método proposto ajudaram não só a eleger mais claramente os produtos preferidos, como também a indicar os atributos sensoriais que se destacaram ou foram falhos nessas amostras.”

 

Eles ressaltam que “um ponto importante para o sucesso de um novo produto no mercado é sua boa aceitação pelos consumidores. Então, esse método constitui uma ferramenta muito útil para aprimorar ainda mais os testes de aceitação de produtos em fase de desenvolvimento em universidades e indústrias.” A próxima etapa será concluir o desenvolvimento de um software para trabalhar com o método proposto e com outros já existentes.

 

 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.