Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Dia de Campo discute produção de Biocombustíveis

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Sábado, 14 Mai 2011 21:20 | Última Atualização: Terça, 03 Mai 2011 12:21
 

No final dos anos 90, o girassol surgiu como alternativa rentável para a entressafra de culturas, como soja e milho. A planta não exige muitos cuidados e pode ser colhida usando as mesmas máquinas e mão de obra empregada na colheita principal.


Pesquisadores descobriram também que o girassol tem vantagens, se comparadas a outras culturas, como a mamona. A oleaginosa, assim como o amendoim, tem teor médio de 47%, mas a mamona tem baixa produtividade de grãos por hectare. Já a soja corresponde a 90% da produção de óleo vegetal no Brasil, o que torna a cultura uma fonte promissora na produção de biodiesel.


O Brasil tem capacidade para liderar o maior mercado de energia renovável do mundo. Isso porque no país há matéria-prima renovável em abundância para fabricar o biocombustível.


Pensando nessa alternativa, é que será realizadoo 2º dia de Campo Fertilizantes Regionais na produção de Biodiesel – Safrinha, Agrominerais e Biocombustíveis: Alternativa Econômica para o Sul de Minas”, na Fazenda Santa Helena (Nazareno-MG).

O evento acorrerá no dia 14 de maio, às 8 horas.

 

Como chegar: Br 265 – sentido Lavras a São João Del Rei. Após Km 292, entrar à direita na Estrada de Jaguara (de terra), percorrer 1,5 km e entrar na porteira à direita.