Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Reconhecimento internacional valoriza revistas científicas da UFLA

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Segunda, 17 Outubro 2011 07:55 | Última Atualização: Segunda, 03 Outubro 2011 09:01
Cibele Aguiar
O esforço da equipe editorial e o investimento realizado na área de publicações científicas da Editora UFLA têm resultado em maior reconhecimento internacional. Na última edição do Journal Citation Reports (JCR 2010), da Thomson Reuters, que publica o índice de fator de impacto de revistas científicas em todo o mundo, a revista Ciência e Agrotecnologia, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), elevou o índice de 0,448 para 0,567, atingindo a 5ª colocação entre todas as revistas brasileiras na área de Ciências Agrárias. A revista Cerne, que também tem fator de impacto JCR desde 2009, continua em destaque com índice de 0,238, um dos maiores índices para revistas brasileiras na área de Ciências Florestais. Das 12089 revistas científicas indexadas na base de dados, apenas 109 revistas brasileiras publicadas em todo o Brasil, em 46 áreas do conhecimento de acordo com o Qualis/Capes, possuem o fator de impacto JCR. Estar entre as revistas desta seleta lista representa o reconhecimento à qualificação das publicações por parte dos pesquisadores de todo o mundo, pois o número de citações das Revistas é crescente e significativo em nível de excelência internacional. A primeira publicação dos índices JCR para as revistas da UFLA foram divulgados em 2009. Desde 2010, a revista Ciência e Agrotecnologia passou a receber artigos somente em Inglês, expandindo seus limites de acessos e possibilitando maior visibilidade para pesquisadores do mundo inteiro.  De acordo com o professor Renato Paiva, diretor da Editora UFLA e editor-chefe da revista Ciência e Agrotecnologia, o crescimento do fator de impacto é resultado da maior visibilidade da revista, assim como a divulgação do próprio índice atrai novos leitores e citações. Além disso, representa a qualidade dos artigos publicados e o esforço dos conselhos editoriais para que a revista esteja nas principais bases indexadoras, como Scopus (da Elsevier), ISI e Scielo. “É um circulo virtuoso e retroalimentado, quanto mais alto o índice JCR, maior a visibilidade e maior o interesse dos pesquisadores na publicação, tanto para leitores quanto para autores. Esse alto índice também valoriza, sobremaneira, a publicação científica da Universidade”, enfatiza Renato Paiva. Para o editor da revista Cerne, Antônio Donizette de Oliveira, o índice é resultado de diferentes fatores que impactam a qualidade da publicação. Entre eles, o apoio para a tradução de 50% dos artigos para língua Inglesa (a meta para 2012 é que 100% dos artigos sejam publicados em inglês), o esforço para a indexação nas principais bases de dados e o consequente aumento do número de submissões, que sinaliza uma maior credibilidade da comunidade acadêmica. Fortalecimento da Editora Na avaliação de Renato Paiva, o avanço registrado em todas as publicações científicas é reflexo de um projeto de restruturação iniciado em 2004, com o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa e empenho direto do professor José Roberto Soares Scolforo, na época, pró-reitor de Pesquisa e atual vice-reitor da Universidade, para a criação de um setor de editoração, impressão e gestão da Editora UFLA. Desde 2008, o esforço conjunto das Pró-Reitorias de Pesquisa, Pós-Graduação e Planejamento e Gestão propiciaram maior visibilidade aos periódicos por meio de apoio à publicação na versão em língua inglesa. Atualmente, a Editora UFLA recebe o apoio também da Fapemig e CNPq, por meio de projetos específicos. A UFLA publica cinco revistas científicas com tradição e credibilidade: Ciência e Agrotecnologia, Cerne, Organizações Rurais e Agroindustriais, INFOCOMP e Coffee Science.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.