Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

INCT/Café anuncia vagas para doutorado e pós-doutorado em café no exterior

Publicado: Quarta, 25 Fevereiro 2015 07:41 | Última Atualização: Quarta, 08 Fevereiro 2012 13:28
Cibele Aguiar
Estudantes e pesquisadores têm a oportunidade de participar do maior programa de intercâmbio da história do país. O programa Ciência sem Fronteiras é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC. Especificamente para os pesquisadores de café, o CNPq disponibilizou cotas para doutorado sanduíche e pós-doutorado em programas ligados ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT/Café), com sede na Universidade Federal de Lavras (UFLA). De acordo com o coordenador do INCT/Café, professor Mário Lúcio Vilela de Resende, o intercâmbio em instituições de referência no exterior tem a finalidade de aproximar os pesquisadores brasileiros de sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Entre as instituições que já mantém parceria com o INCT/Café e deverão participar deste programa está a Universidade da Geórgia, Universidade de Ohio, Universidade do Kentucky (EUA), Universidade de Wageningen (Holanda), Centro de Investigações das Ferrugens do Cafeeiro (CIFC – Oeiras/Portugal), Centro de Cooperação Internacional - Cirad (França) e Centro Agronômico Tropical de Investigação e Ensino (Catie – Costa Rica) Além das bolsas de estudos, o candidato selecionado para o intercâmbio terá auxílio financeiro para passagens aéreas, auxílio instalação e seguro saúde. O prazo para a bolsa de doutorado sanduiche é de três a 12 meses e, para pós-doutorado é de 6 a 12 meses, prorrogável até 24 meses. O professor Mário Lúcio reforça que as bolsas disponibilizadas ao INCT/Café estão abertas a pesquisadores ou professores em atividade nas instituições signatárias do Programa: UFLA, Universidade Federal de Viçosa (UFV), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Embrapa Café, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e Instituto Agronômico de Campinas (IAC). O INCT/Café possui 15 linhas de pesquisa, a maioria com enfoque biotecnológico, por meio da integração de competências institucionais, capacitação de recursos humanos, estímulo à capacidade de inovação e geração de negócios de alto valor agregado. Participam do INCT/Café 62 pesquisadores e o programa têm o aporte financeiro do CNPq e da Fapemig. Atração para o Brasil Além das vagas para o intercâmbio no exterior, o INCT/Café, por meio de uma parceria entre UFLA e UFV, está tentando trazer para o Brasil um(a) pesquisador(a) do Centro de Investigação das Ferrugens do Cafeeiro (CIFC - Portugal), para o fortalecimento de parcerias com os pesquisadores brasileiros, troca de experiências sobre a doença e alternativas de convivência por meio do melhoramento genético.   A iniciativa concorre no Edital Pesquisador Visitante Especial, do CNPq, que prevê o incentivo ao intercâmbio e a cooperação científica e tecnológica entre grupos de pesquisa nacionais e do exterior, por meio da atração de lideranças internacionais que tenham destacada produção científica e tecnológica.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.