Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA amplia colaboração acadêmica nos Estados Unidos com possibilidade de dupla titulação

Publicado: Sexta, 21 Novembro 2014 07:36 | Última Atualização: Terça, 06 Novembro 2012 05:39
Cibele Aguiar
[caption id="attachment_16020" align="alignright" width="249" caption="Delegação brasileira e estudantes egressos participam do Encontro Nacional da Sociedade Americana de Ciência do Solo"][/caption] Em breve, estudantes da Universidade Federal de Lavras (UFLA) poderão ter a oportunidade de realizar parte dos estudos de pós-graduação na Universidade de Delaware (Estados Unidos) e participar do programa de dupla titulação que está sendo acordado entre as duas instituições. Por meio do Programa, o estudante poderá ter o título do Mestrado reconhecido pela UFLA e pela universidade americana, semelhante ao acordo já existente com a Universidade de Lancaster (Reino Unido). A proposta é resultado de uma missão técnica às universidades de Delaware e Cornell (EUA), de 13 a 26 de outubro, realizada por uma equipe da UFLA coordenada pelos professores do Departamento de Ciência do Solo (DCS) Luiz Roberto Guimaraes Guilherme e José Maria de Lima, que também ocupa o cargo de pró-reitor de Pesquisa, juntamente com cinco estudantes de pós-doutorado e uma doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo, que é conceituado como de excelência pela Capes (conceito 6).    A delegação brasileira foi recebida na Universidade de Delaware pelo vice-diretor para programas acadêmicos e de pesquisa da Faculdade de Agricultura e Recursos Naturais, Tom Sims, além de representantes do escritório de admissão da Universidade. O programa de dupla titulação entre a Universidade de Delaware e a UFLA deverá ser iniciado para o nível de mestrado, com proposta para ser ampliado posteriormente para o doutorado. O acordo está em fase de elaboração para apreciação e assinatura dos reitores das duas universidades. De acordo com o professor José Lima, a proposta de dupla titulação veio em decorrência do desempenho dos estudantes da UFLA que participam do programa Ciência sem Fronteiras. O Programa propiciará aos estudantes que se destacarem em seus estágios no exterior a oportunidade de retornarem à Delaware para completarem parte da pós-graduação, conquistando a titulação reconhecida pelas duas universidades. Rede de interação De 21 a 24 de outubro, o grupo brasileiro participou do Encontro Anual da Sociedade Americana de Ciência do Solo, onde foram apresentados trabalhos resultantes de pesquisas realizadas na UFLA. Nesse encontro, que contou com a presença de mais de 4000 pessoas de diversos países, além de estabelecer novos contatos para colaboração técnico-científica, a equipe da UFLA pôde também rever egressos e pesquisadores que estão em outras instituições de ensino e pesquisa nos EUA e que participaram do evento. [caption id="attachment_16021" align="aligncenter" width="548" caption="Reunião que contou com a presença do vice-diretor, Tom Sims, do professor de Genética e Melhoramento Randall Wisser (Delaware), dos professores Luiz Guilherme e José Lima, estudantes do Programa Ciência Sem Fronteiras, de Pós-Graduação e egressos da UFLA, além de estudantes da Universidade de Delaware que mostraram interesse em estagiar na UFLA."][/caption]
 

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.