Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Ciência Sem Fronteiras prorroga prazo de inscrições

Publicado: Quinta, 17 Janeiro 2013 08:57 | Última Atualização: Sexta, 11 Janeiro 2013 12:17
As chamadas para graduação sanduíche do programa Ciência Sem Fronteiras sofreram alterações: o período de inscrições foi estendido para até o dia 25/1, às 23h59 (Brasília) e foi retirado o Anexo dos cursos de graduação listados nestas chamadas, devido a dificuldades técnicas nas inscrições. Nesta chamada, o candidato poderá se inscrever para ir a um dos seguintes países: Austrália, Alemanha, Canadá, Coreia do Sul, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Hungria, Itália, Japão, Noruega, Portugal, Reino Unido e Suécia. Os interessados devem se inscrever via formulário, disponível no portal do Ciência Sem Fronteiras. No documento, os estudantes precisam atender às exigências de cada chamada e devem anexar os documentos requeridos para autenticar sua inscrição. Os bolsistas desta chamada iniciarão suas atividades no exterior a partir de meados de 2013 (caso realizem curso de idioma) ou em setembro de 2013. Para saber detalhes sobre o tempo prévio ao início do semestre letivo para curso de idioma no exterior, o candidato deverá observar o texto de sua chamada. Serão elegíveis exclusivamente candidaturas vinculadas às áreas prioritárias determinadas pelo Governo Federal para o programa. A Capes e o CNPq irão definir a pertinência dessas candidaturas às diversas áreas e temas, conforme o curso de origem dos estudantes. Para mais informações, acesse o texto das chamadas clicando aqui. Ciência Sem Fronteiras O projeto foi criado pelo governo federal, em um esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC). Seu objetivo é consolidar, expandir e internacionalizar a tecnologia, a inovação e a competitividade brasileira por meio do intercâmbio de estudantes de áreas prioritárias relacionadas aos cursos de Ciência e Tecnologia e entre os países vinculados ao programa. O Ciência Sem Fronteiras prevê que o intercâmbio com instituições que possuam excelência nos campos de atuação do programa facilitará a inserção de instituições brasileiras no meio acadêmico internacional, criando oportunidades para estudantes e cientistas brasileiros.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.