Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Três professores do DAE destacam-se em conexões com pesquisadores em Administração

Publicado: Terça, 23 Abril 2013 09:18 | Última Atualização: Sexta, 19 Abril 2013 12:37
De acordo com uma pesquisa, três professores do Departamento de Administração e Economia da UFLA (DAE) figuram entre os 20 pesquisadores nacionais em Administração mais bem conectados com outros pesquisadores. Os professores Luiz Marcelo Antonialli, Mozar José de Brito e Ricardo Pereira Reis estão na lista e colocam a UFLA como uma das instituições com mais nomes nessa classificação. Essas conexões e suas respectivas relevâncias foram encontradas em coautorias de artigos científicos e parcerias em projetos de pesquisa, apresentando mais importância em casos envolvendo instituições diferentes e em artigos publicados em periódicos mais impactantes. O estudo levou em conta o currículo Lattes de 13.886 pesquisadores de programas de pós-graduação stricto sensu em Administração listados pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (Anpad), além de publicações classificadas no Qualis/Capes. [caption id="attachment_21442" align="alignright" width="360"]Ricardo Reis, Mozar Brito e Luiz Marcelo Ricardo Reis, Mozar Brito e Luiz Marcelo Antonialli[/caption] Em lista específica sobre o número de publicações, os três professores também aparecem entre os 20 primeiros: Ricardo Reis, com 71; Mozar Brito com 66; e Luiz Marcelo com 45 publicações. Para o chefe do DAE, professor Francisval de Melo Carvalho, “O resultado é de extrema importância para o Departamento, pois mostra que na UFLA há atores influentes na rede de pesquisa em Administração do Brasil. Indica que os professores possuem uma boa relação com outros pesquisadores e traz visibilidade à Universidade, aos docentes e abre portas para novas parcerias”. A pesquisa O estudo integra a tese de doutorado “Coopetição em redes interpessoais: relacionamentos coopetitivos na rede de pesquisadores brasileiros em Administração”, apresentada em fevereiro deste ano pelo pesquisador Caio Cesar Giannini Oliveira, do Programa de Pós-Graduação em Administração da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. O objetivo final não era a geração dessa lista, mas a proposição de que é possível cooperar e competir simultaneamente em redes sociais – neste caso, na rede dos pesquisadores nacionais em Administração. Enquanto eles contribuem em projetos de pesquisa e publicações, competem em outras situações, como na concorrência em editais de agências de fomento à pesquisa. Os dados foram processados em software específico para análise de redes sociais e, segundo a pesquisa, “As descobertas obtidas com a realização do mapeamento permitiram descobrir atores centrais da rede, bem como detectaram um exemplo de programa em que as relações internas de seus pesquisadores indicam comportamentos de colaboração e competição concomitantes”. A tese pode ser vista, na íntegra, neste link.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.