Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

4º Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira debate o uso de máquinas para a redução de custos

Publicado: Quinta, 06 Novembro 2014 12:25 | Última Atualização: Sexta, 14 Junho 2013 06:34
14.06 simpósio expocaféA programação da 16ª edição da Expocafé teve início na terça-feira (11), com o 4º Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira, que enfocou a redução de custos na produção. O Simpósio reuniu técnicos, pesquisadores, produtores, estudantes e empresários do segmento para discussão de temas como evolução das máquinas, desempenho da colheita mecanizada e cultivares de cafés aptos à colheita mecanizada, além dos benefícios e impactos da adoção de máquinas agrícolas nas lavouras em regiões montanhosas. O Simpósio tem a coordenação científica do professor da UFLA, Fábio Moreira da Silva, especialista e difusor da mecanização no Sul de Minas, que nesta edição fez uma apresentação sobre a evolução e perspectivas da mecanização da lavoura cafeeira. Ainda na programação do Simpósio, o professor Édson Ampélio Pozza (DFP/UFLA) abordou a disseminação de doenças e os cuidados com a mecanização da lavoura cafeeira. O coordenador técnico da Expocafé e pesquisador da EPAMIG Sul de Minas, César Elias Botelho, falou sobre os resultados de avaliação do uso de derriçadeira na colheita de grãos de café resultantes do programa de melhoramento genético da EPAMIG. “Um dos desafios da pesquisa é buscar cultivares resistes à ferrugem e que tenham uniformidade na maturação do grão para que o produtor obtenha bom resultado na colheita”. O Simpósio de Mecanização da Lavoura Cafeeira integra as atividades da Expocafé desde 2010 e é realizado no dia que antecede a abertura da Feira ao público. “O Simpósio é o espaço para as discussões técnicas e para a troca de conhecimentos. A intenção é que os participantes acompanhem os debates e nos dias seguintes da feira possam verificar no campo a aplicação das tecnologias”, afirma o coordenador do simpósio e professor da Universidade Federal de Lavras, Fábio Moreira.
 Com informações da Assessoria de Comunicação - Epamig

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.