Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Pesquisadora de Delaware realiza palestra na UFLA sobre contaminação de arsênio na cultura do arroz

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Sexta, 28 Junho 2013 08:50 | Última Atualização: Quarta, 26 Junho 2013 11:46
26.06 palestra DelawareA professora e pesquisadora da Universidade de Delaware, nos Estados Unidos, Angelia Seyfferth, ministrou uma palestra na segunda-feira (24) na UFLA sobre contaminação de arsênio na cultura do arroz. A palestra foi realizada no Anfiteatro Magno Antonio Patto Ramalho, no Departamento de Biologia (DBI), com o tema Toxic compounds in our food: Arsenic contamination of rice and potential mitigation strategies”. [caption id="attachment_23456" align="alignleft" width="249"]Angelia Seyfferth durante visita à UFLA Angelia Seyfferth durante visita à UFLA[/caption] Angelia está há pouco menos de um ano na Universidade de Delaware, mas já participa de parceria com a UFLA nos intercâmbios acadêmicos: “Eu trabalhei com uma estudante da UFLA do programa Ciência sem Fronteiras e foi uma ótima experiência. Espero que ela volte para um programa de pós-graduação e que esse possa ser o começo de uma maior interação com os estudantes, dando-lhe maiores oportunidades de irem para os EUA, seja por estadias curtas ou programas maiores de intercâmbio”. A pesquisadora também comentou que fez um tour pelo campus da UFLA e ficou impressionada com as instalações e os programas de sustentabilidade que a Universidade possui. Angelia Seyfferth formou-se em Ciências Ambientais na Towson University em 2002, possui doutorado em Ciência do Solo e da Água pela Universidade da California, Riverside e pós-doutorado em Bioquímica do Solo (2008 – 2012), pela Standford University. Atualmente é professora assistente do departamento de Ciência do Solo e Planta na Universidade de Delaware. Texto e fotos: Marina Alvarenga Botelho jornalista/bolsista ASCOM