Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA terá cinco novos cursos de graduação em 2014: quatro engenharias e Medicina

Publicado: Quarta, 14 Agosto 2013 12:24 | Última Atualização: Sexta, 12 Julho 2013 10:51
IMG_5532Nesta sexta-feira (11), o reitor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), professor José Roberto Scolforo, recebeu representantes da comunidade acadêmica e da sociedade de Lavras e região para anunciar um novo plano de expansão que contempla cinco novos cursos de graduação para 2014. Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia de Materiais e o esperado curso de Medicina. Os cursos anunciados terão início no segundo semestre letivo de 2014 e já terão como referência as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado em outubro de 2013. Cada curso de Engenharia terá 80 vagas anuais, o de Medicina 60 vagas e todos têm previsão de entradas semestrais. Com os novos cursos, a Instituição amplia a sua inserção em novas áreas do conhecimento. Referências em Ciências Agrárias, desde o final da década de 1990 a UFLA, já com status de universidade, ampliou a oferta de cursos para a área de Ciências Exatas, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas. Nos últimos anos, a Universidade saltou de 10 cursos ofertados em 2004, para 30 cursos em 2013, dos quais, 24 presenciais e seis na modalidade a distância. Juntos, esses cursos beneficiam cerca de nove mil estudantes. Além da comunidade acadêmica, convidados e imprensa, o anúncio dos novos cursos contou com a presença da vice-reitora Édila Vilela de Resende von Pinho, do deputado federal Reginaldo Lopes (PT) e do prefeito Marcos Cherem. Otimista com as conquistas, o reitor destacou que a inserção em novas áreas fortalecerá a instituição como todo sem descaracterizá-la em áreas em que já referência e com previsão de investimentos não apenas nos novos cursos, mas também nos cursos já consolidados. O reitor destacou o empenho do secretário executivo do MEC, José Henrique Paim, que não mediu esforços para que a UFLA fosse uma das instituições contempladas com o programa de expansão.  “O governo foi sensível ao considerar que a UFLA é uma instituição de referência em Ciências Agrárias e que poderia contribuir para o País na formação de profissionais da área de saúde com qualidade diferenciada. Lavras vai se transformar verdadeiramente em um centro de Ensino, Ciência, Tecnologia e Inovação, valorizada por diferentes segmentos da sociedade”, reforçou o reitor. [caption id="attachment_23938" align="alignright" width="249"]Os novos cursos vão fortalecer a Instituição como um todo Os novos cursos vão fortalecer a Instituição como um todo[/caption] Negociação e investimentos Sem a previsão de um novo Programa de Apoio a Planos de Reestruturação das Universidades Federais (Reuni), logo no início da atual gestão, a UFLA apresentou um projeto próprio de expansão orgânica ao Ministério da Educação (MEC). O projeto previa, entre outras prioridades, a instalação de novos cursos na área de engenharias, sinalizado pelo Governo Federal como de extrema carência para o desenvolvimento do País. Ao longo do período de negociação, a Direção Executiva da UFLA percebeu que havia a oportunidade de criação do curso de Medicina, frente à nova proposta do governo de amparar novos cursos em parceria com o fortalecimento dos hospitais locais, em especial com vinculação ao Sistema Único de Saúde (SUS). Em Lavras, a parceria deverá equipar e fortalecer os três hospitais da cidade: a Santa Casa, Hospital Vaz Monteiro e o Imep (antigo hospital Paulo Menicucci). A implantação do curso de Medicina faz parte do programa “Mais Médicos para o Brasil”, que prevê a ampliação de 3.615 vagas em cursos de Medicina em universidades federais do País até 2017. Para 2013 e 2014, estão previstos investimentos na UFLA na ordem de 100 milhões de reais, incluindo grandes empreendimentos como o Parque Tecnológico e Científico de Lavras e o Complexo de Esporte de Alto Rendimento, além da reestruturação dos cursos já existentes, em infraestrutura, equipamentos e critérios de acessibilidade. Para os cursos de Engenharia e Medicina estão previstos investimentos iniciais de 24 milhões em infraestrutura e 15 milhões em equipamentos. O curso de Medicina tem investimento estimado em 10 milhões de reais anuais, com suporte do governo já comprometido para infraestrutura, equipamentos, contratação de servidores técnicos e docentes. Além da infraestrutura para a instalação dos cursos, ao longo dos últimos anos, a UFLA vem desenvolvendo o Plano Ambiental e Estruturante que preparou o câmpus para a expansão. Estão previstos ainda investimentos para a construção do terceiro bloco do Alojamento Estudantil, ampliação da Biblioteca Universitária (infraestrutura e acervo bibliográfico), ampliação e modernização das áreas de convivência e cantinas, novas salas de aula, além da duplicação da capacidade de atendimento do Restaurante Universitário (RU). Benefícios para lavras e região [caption id="attachment_23939" align="alignleft" width="249"]Prefeito Marcos Cherem reforça que o curso de Medicina deverá impactar de forma muito positiva a infraestrutura e os serviços médicos ofertados Prefeito Marcos Cherem reforça que o curso de Medicina deverá impactar de forma muito positiva a infraestrutura e os serviços médicos ofertados[/caption] Ao longo de seis anos, serão cerca de quatro mil novos estudantes que passarão a fazer parte da comunidade UFLA, incluindo outros três cursos na área de Engenharia e Geologia com previsão de início em 2015. Os cursos de Engenharia, juntamente com cursos já existentes, terão investimentos em tecnologias inovadoras para impactar a qualidade de vida da sociedade. Além do impacto na economia do município e região, a Universidade vai contribuir para a formação de mão de obra qualificada em áreas estratégicas, com comprovada carência no Estado e País. Representa ainda novas oportunidades de formação na universidade pública que se destaca no ranking do MEC (Índice Geral de Cursos) como uma das melhores instituições do Brasil. O benefício direto que será sentido pela população de Lavras e região será na ampliação da capacidade de atendimento pelo SUS e na qualidade dos serviços prestados, com investimentos em infraestrutura, equipamentos e corpo clínico. Para exemplificar a força que um curso de Medicina traz para o município, durante a cerimônia de apresentação dos novos cursos, o deputado Reginaldo Lopes anunciou o apoio para que Lavras conquiste a aprovação e recursos para a instalação de um Centro de Oncologia, atendendo a um anseio antigo da população. [caption id="attachment_23940" align="alignnone" width="612"]IMG_5595 Momento histórico para a UFLA: cinco novos cursos incluindo o esperado curso de Medicina[/caption] IMG_5525        

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.