Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Curso de Filosofia recebeu conceito máximo em avaliação de reconhecimento do MEC

Publicado: Terça, 05 Novembro 2013 08:44 | Última Atualização: Quarta, 23 Outubro 2013 06:48
Filosofia-UFLAO curso de graduação presencial da UFLA em Filosofia recebeu nota 5 em avaliação de reconhecimento, realizada durante visita de representantes do Ministério da Educação (MEC). A nota representa o conceito máximo e foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no dia 18. Uma visita à UFLA, por uma comissão especializada do Inep, constituiu parte da avaliação. O objetivo dessa vinda é ponderar sobre a organização didático-pedagógica do curso, instalações físicas, corpo discente, docente e técnico-administrativo. De acordo com o coordenador do curso de Filosofia da UFLA, professor Luiz Marcos da Silva Filho, vários pontos foram elogiados no relatório dessa avaliação in loco, entre eles a quantidade de eventos promovidos, o envolvimento dos discentes em pesquisa, a matriz curricular e a estrutura física. Iniciado no segundo semestre de 2010, o curso de Filosofia realiza anualmente eventos como o Colóquio de Filosofia, Aula Magna e Semana de Pesquisa na Graduação em Filosofia, entre outros. Apesar de recente, já conta com diferentes núcleos de pesquisa, como o Grupo de Estudos de Filosofia Antiga, de Filosofia Medieval, de Filosofia da Linguagem e de Filosofia e Psicanálise. “Nos termos dos avaliadores, para além do Pibid/Filosofia e dos Pibic/CNPq e Pibic/FAPEMIG, a UFLA possui um ‘programa robusto’ de bolsas institucionais, pois em torno de um terço dos estudantes do curso são bolsistas”, afirma o professor Luiz Marcos. Quatro disciplinas da matriz curricular são voltadas à elaboração do trabalho de conclusão de curso (TCC), o que foi considerado inovador pela comissão do Inep. “Isso impede que os estudantes realizem o TCC apressadamente. O formato do TCC também foi elogiado, porque consiste em uma monografia e um plano de curso sobre o conteúdo daquela”. Algumas disciplinas do curso foram consideradas exemplos de conciliação entre iniciação à pesquisa e à docência. Com relação à estrutura física, a UFLA foi elogiada em todos os quesitos, com destaque para o Laboratório de Ensino de Filosofia, gabinetes individuais dos professores (todos equipados com computador e impressora), salas de aula (todas com data-show) e, sobretudo, para a Biblioteca. Esta obteve conceito 5 tanto no item relativo à Bibliografia Básica, quanto no relativo à Bibliografia Complementar. O coordenador do curso também enalteceu outro ponto: “É preciso destacar ainda que o número significativo e periódico de reuniões do Colegiado e do Núcleo Docente Estruturante do Curso foi relevante, principalmente no tocante ao processo de elaboração e atualização permanente do Projeto Pedagógico de Curso (PPC)”. Avaliação O Inep é o órgão responsável por avaliar os cursos superiores no Brasil, produzindo informações que subsidiam o processo de regulamentação e indicam a qualidade da educação superior. As avaliações in loco, assim como o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), são instrumentos que geram os indicadores de qualidade. Para a regulação dos cursos de graduação, eles são avaliados periodicamente: para autorização, reconhecimento e renovação de reconhecimento.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.