Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Programa de pós-graduação em Engenharia de Biomateriais será iniciado com conceito 5

Publicado: Terça, 18 Fevereiro 2014 05:48 | Última Atualização: Terça, 04 Fevereiro 2014 07:26
[caption id="attachment_29602" align="alignleft" width="249"]Moléculas de amido ampliadas eletronicamente Moléculas de amido ampliadas eletronicamente[/caption] No segundo semestre letivo de 2014, a UFLA contará com mais um programa de pós-graduação: Engenharia de Biomateriais, que já recebeu conceito 5 da Capes para ser iniciado. Serão oferecidos cursos de mestrado e doutorado na área. Iniciativa proposta pelo Departamento de Ciências Florestais (DCF) e pelo Departamento de Ciência dos Alimentos (DCA), o programa promoverá pesquisas para o desenvolvimento da ciência na produção de novos materiais, com enfoque naqueles cuja matéria-prima seja fibras vegetais e resíduos da cadeia produtiva do agronegócio. Os profissionais formados deverão aplicar seus estudos e tecnologias geradas na preservação do meio ambiente e no bem-estar das atividades humanas. Duas linhas de pesquisa serão contempladas: “Compósitos e Nanocompositos Lignocelulósicos” e “Produtos e Nanoprodutos Alimentícios”. A primeira compreende estudos de materiais originados de nanofibras celulósicas e a base de resíduos agrícolas, fornecendo subsídios para a geração de novos materiais e produtos; a segunda é voltada para produtos na área de ciência dos alimentos, a partir de estudos envolvendo nanopartículas. Corpos de dimensões reduzidas, as nanopartículas têm aplicação tanto em produtos alimentícios quanto em embalagens. Motivação A proposta de criação do programa foi motivada inicialmente pela aprovação do projeto “Rede Brasileira de Pesquisa em Compósitos e Nanocompósitos Lignocelulósicos Provenientes de Resíduos Agropecuários e Florestais” no edital Redes Nacionais de Pesquisa em Agrobiodiversidade e Sustentabilidade Agropecuária – Repensa 2010. Para o coordenador pro tempore do programa, professor Lourival Marin Mendes (DCF), “Quando as atividades do projeto foram encerradas, os membros e instituições concluíram que seria muito produtivo, para o funcionamento da Rede, a criação de um Programa de Pós-graduação, com área de concentração em Engenharia de Biomateriais. Houve uma grande sinergia entre os envolvidos”. Para o pró-reitor de Pós-Graduação da UFLA, professor Alcides Moino Júnior, “O fato de ter sido aprovado na Capes com o conceito 5, para os cursos de mestrado e doutorado, reflete a qualidade da proposta, o seu ineditismo e a forma pela qual foi concebido e tramitado com critério dentro de nossas instâncias institucionais. Além disso, possui um diferencial importante, que é a possibilidade de interação com os novos cursos de graduação em Engenharia que estão sendo implementados na Universidade”. Para o Reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo, este é mais um importante passo no processo de internacionalização da Universidade: “É fundamental que alcancemos um patamar de excelência que facilite o intercâmbio de nossos estudantes, mas também que atraia, de maneira crescente, os alunos de outros países para a UFLA – e o novo programa contribuirá nesse sentido”. O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Biomateriais é o 25º Programa de Pós-Graduação stricto sensu acadêmico oferecido pela UFLA. Dos 89 programas aprovados em 2013 pela Capes, ele foi o único aprovado com 5 estrelas e inédito. Parceria Participaram do projeto as seguintes Instituições: Universidade Federal de Lavras (líder); Universidade de São Paulo (Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos - FZEA/USP); Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ/USP); Embrapa Instrumentação Agropecuária; Universidade Federal do Amazonas; Cenibra Celulose Nipo-Brasileira S.A; e o Grupo Infibra-Permatex Ltda. Também participam do programa aprovado: Embrapa, USP – Piracicaba e Pirassununga, Universidade Nova de Lisboa/ Departamento de Ciências dos Materiais/Portugal.