Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Congresso abordou a aplicação de novos métodos pedagógicos no Ensino Básico - veja fotos

Escrito por Comunicação UFLA | Publicado: Quinta, 27 Fevereiro 2014 07:37 | Última Atualização: Segunda, 24 Fevereiro 2014 13:28
DSC00953O Congresso de Pesquisa em Educação e Interdisciplinaridade foi realizado no último sábado (22), na Universidade Federal de Lavras. Os presentes tiveram a oportunidade de conhecer métodos pedagógicos a serem aplicados no Ensino Básico; viram uma exposição de pôsteres da disciplina Seminário de Pesquisa e Educação III e portfólios elaborados nas aulas de Avaliação do Desenvolvimento da Criança; e participaram de minicursos. O evento foi realizado pelo Centro de Educação a Distância (CEAD), curso de Pedagogia e Laboratório Interdisciplinar de Formação de Educadores (LIFE). No Salão de Convenções, a mesa de abertura foi composta pela secretária geral do CEAD, Sayonara Ribeiro Marcelina Cruz; coordenadora do curso de Pedagogia – modalidade a distância, professora Madeleine Piana de Miranda Queiroz (DED); e coordenador Institucional do LIFE e também docente do Departamento de Educação Física (DEF), professor Fábio Pinto Gonçalves dos Reis. Segundo a professora Madeleine Queiroz, o objetivo do Congresso foi manter um diálogo com os alunos, sejam eles dos cursos presenciais ou a distância. Para a secretária geral do CEAD, Sayonara Marcelina, o diálogo entre várias áreas do conhecimento promovem a interdisciplinaridade. No evento, estavam presentes predominantemente graduandos dos cursos de licenciatura da UFLA. Professor de disciplinas pedagógicas e de fundamentação, Fábio dos Reis falou sobre “Teoria do jogo/brincadeira na formação docente: Aproximações com trabalho interdisciplinar na escola”. Segundo ele, os jogos devem ser adaptados à faixa etária das crianças, fazendo com que passem a gostar de tais atividades, citando como exemplo o vôlei: “Se a rede estiver muito alta a criança não vai conseguir jogar. Por isso, é necessário haver uma adaptação”, disse. Para Fábio, o contexto educacional da Teoria do Jogo envolve a Sociologia, Antropologia, Filosofia, Psicologia, Educação e Educação Física. Há uma relação entre o método e o conteúdo, possibilitando a aprendizagem das Artes, Língua Portuguesa, Matemática e outras disciplinas durante a prática esportiva. Durante a mesa-redonda, com a participação das docentes Madeleine Queiroz; da, Helena Maria Ferreira (coordenadora do curso de Letras da UFLA) e Lívia Monique de Castro Faria (colaboradora do curso de Pedagogia - CEAD/UFLA), foram expostos temas relacionados à formação do professor e à aplicação de práticas interdisciplinares no ensino. O professor Leandro Veloso da Silva, docente a distância dos cursos da Graduação/Licenciatura (Letras Português, Letras Inglês e Pedagogia) e Pós-Graduação (Gênero e Diversidade na Escola), falou, no encerramento das atividades, no Salão de Convenções, sobre os processos avaliativos que as crianças são submetidas. No encerramento do Congresso, os alunos optaram por assistir os seguintes minicursos: Contribuição da retextualização para o ensino (Ana Flávia Naves), Cinema e Educação – por uma pedagogia do olhar (Marina Botelho), O uso de vídeos na prática pedagógica dos conteúdos curriculares da Escola (Sayonara Marcelino Cruz e Leandro Veloso), Condição de formação/trabalho docente na contemporaneidade: Reflexões a partir de Theodor Adorno (Carlos Augusto e Fernando Cardoso) e Operando com ábaco nas séries iniciais (Amanda Castro Oliveira). [nggallery id=263]
Leonardo Assad – jornalista – bolsista Ascom/UFLA
 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.