Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Aula inaugural da pós-graduação stricto sensu teve palestra sobre internacionalização - veja fotos

Publicado: Sexta, 25 Abril 2014 13:43 | Última Atualização: Sexta, 11 Abril 2014 14:49
DSC00489Os estudantes que ingressaram em um dos programas de pós-graduação stricto sensu na UFLA, no segundo semestre de 2013 ou em 2014, foram recebidos oficialmente na Universidade em uma Aula Inaugural, na manhã de 11 de abril, no Salão de Convenções. Com membros da direção executiva, docentes e técnicos administrativos, assistiram à palestra do professor Leandro Tessler, da Unicamp, sobre os desafios que as universidades brasileiras enfrentam para se internacionalizar. Antes da palestra, pronunciaram-se o coordenador geral da Associação dos Pós-Graduandos da UFLA (APG) Iberê Martí Moreira da Silva; o pró-reitor de Pós-Graduação, professor Alcides Moino Júnior; e o reitor, professor José Roberto Scolforo. Convidando os pós-graduandos a conhecerem e contribuírem com a APG, o discente Iberê Silva ressaltou as responsabilidades e deveres que os novos estudantes devem assumir. O pró-reitor Alcides Moino Júnior introduziu o tema internacionalização, adiantando que tal processo atrai pesquisadores e estimula a inovação e desenvolvimento institucional. O reitor Scolforo destacou a importância da internacionalização para que a UFLA obtenha benefícios e figure em rankings internacionais. Em seguida, o professor Leandro Tessler trouxe uma abordagem sobre o tema. Segundo ele, a “conspiração” para que as universidades se internacionalizem vem desde o século XV, na Europa, época em que as instituições utilizavam a mesma língua (latim); o exemplo do filósofo Erasmus, que viveu e trabalhou em várias universidades europeias, foi apontado como um exemplo. No Brasil, a abertura tardia de universidades, o pouco estímulo ao domínio de um segundo idioma e um certo isolamento acadêmico levaram a um panorama de pouca cooperação internacional. A institucionalização da internacionalização é recente e ainda não ocorre em todas as instituições de ensino, de acordo com Tessler. O processo de internacionalização é constituído pelo envio e recebimento de discentes e docentes, contratação de professores estrangeiros, realização de pesquisas em parceria, adoção de aulas em língua estrangeira e busca por prestígio internacional (rankings), segundo o professor. Como consequência desse processo, Leandro Tessler acredita que a inovação passa a se tornar parte da formação acadêmica e isso gerará apoio à indústria, que será mais competitiva. A Aula Inaugural dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu é realizada anualmente, no início do primeiro semestre letivo. O encontro possibilita a congratulação entre os participantes e o contato com pesquisadores renomados ou gestores ligados à Pós-Graduação. A Aula é uma realização da UFLA, por meio da PRPG, com o apoio da APG. Pós-graduação na UFLA A Pós-Graduação stricto sensu foi implantada na UFLA em 1975 e, desde então, foram formados mais de 6.500 profissionais, sendo 4.976 mestres e 1.585 doutores. A Universidade se destaca na pesquisa, com 22 cursos de doutorado, 25 cursos de mestrado e 7 Mestrados Profissionais. Esses cursos estão em 32 programas de pós-graduação, distribuídos em onze áreas do conhecimento: Biodiversidade, Ciências Agrárias I, Ciências dos Alimentos, Ciência da Computação, Administração/Ciências Contábeis e Turismo, Engenharia IV, Astronomia/Física, Medicina Veterinária, Zootecnia e Recursos Pesqueiros, Matemática/Probabilidade/Estatística e Interdisciplinar.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.