Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Simpósio sobre Genética e Melhoramento de Plantas teve abertura oficial na quarta-feira (27/5)

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Terça, 03 Junho 2014 05:52 | Última Atualização: Sexta, 30 Mai 2014 10:24
image013Cerca de duzentas pessoas estiveram presentes na abertura do XVIII Simpósio Internacional de Atualização em Genética e Melhoramento de Plantas, realizada na quarta-feira (27/5), no Salão de Convenções da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Na composição da mesa de honra da cerimônia de abertura estavam a reitora em exercício, professora Édila Vilela de Resende Von Pinho; o pró-reitor de Pós-Graduação, professor Alcides Moino Júnior; o sub-chefe do Departamento de Biologia (DBI), professor Renato Gregorin; o coordenador do curso de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas, professor João Cândido de Souza e a coordenadora geral do Núcleo de Estudos em Genética e Melhoramento de  Plantas (GEN) - organizador do evento - Bruna Line Carvalho. Bruna Carvalho enfatizou o tempo de existência do GEN, já com 21 anos, e o fato de o evento estar na edição de número 18. Também justificou a escolha do tema deste ano (o melhoramento de plantas e as fronteiras do agronegócio), afirmando que o avanço na área de melhoramento tem contribuído para o aumento da produção de alimentos, atendendo à demanda da população. Ao final do pronunciamento da coordenadora do GEN, houve homenagens de agradecimento às secretárias do Departamento de Biologia (DBI) Maria Zélia de Resende Braga Oliveira, Raffaela Karla da Silva e Lílian Carla de Freitas, e também ao professor Magno Antonio Patto Ramalho, pela contribuição na organização do evento. Já o professor João Cândido lembrou o percurso do Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento de Plantas, criado há 28 anos, atualmente com 290 dissertações e 117 teses já defendidas; além do alcance do conceito 6, atribuído pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Enfatiza também que o Simpósio tem acorrido anualmente, de forma ininterrupta. A relevância do tema em discussão no evento também embasou as palavras da professora Édila, que lembrou a todos que entre 20% e 25% do Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil vem do agronegócio. Ela também ponderou que, apesar de toda a expansão vivida pela UFLA, a área de ciências agrárias, que consagrou a instituição como referência, continuará a receber investimentos. “O desafio dos gestores é fazer a Universidade crescer, sem perder a qualidade, que sempre foi a nossa marca”, enfatizou. A palestra de abertura foi proferida pelo pesquisador da Embrapa, Eliseu de Andrade Alves.   Antes do evento O sucesso do Simpósio começou antes da abertura, com o curso pré-evento oferecido por um dos palestrantes - o PhD. Bruce McDonald. Cinquenta pessoas participaram do curso, intitulado “The Evolution of Plant Pathogens in Agroecosystems”. As atividades ocorreram em 27/5, no DBI.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.