Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Plataforma desenvolvida na UFLA mede sentimento das torcidas de futebol nas redes sociais

Escrito por Mateus Lima | Publicado: Segunda, 23 Junho 2014 08:52 | Última Atualização: Quarta, 18 Junho 2014 12:15
sentibolO torcedor brasileiro respira futebol: além de vibrar com seu time dentro de campo, atualiza-se sobre tudo o que é publicado pela mídia e acompanha as redes sociais. Uma plataforma, desenvolvida na Universidade Federal de Lavras (UFLA), é uma ferramenta que pretende ajudar o torcedor neste sentindo, concentrando, em um site, as principais notícias e tweets publicados. É o Sentibol, on-line desde o dia 10 de junho. Além de concentrar as referências ao time (e à Seleção Brasileira, já que estamos em Copa), o aplicativo analisa os dados das notícias e das postagens, classificando o sentimento da torcida em relação a uma equipe específica. Buscando periodicamente por notícias e postagens (incluindo hashtags e nomes relacionados aos clubes), o Sentibol calcula o número de menções e determina quantas vezes elas foram positivas, negativas e neutras – e apresenta essa classificação por meio de gráficos. Inscrevendo-se no site, é possível obter informações ainda mais detalhadas sobre cada um dos 24 times que a plataforma monitora atualmente. Para a cobertura da Copa do Mundo, também foi feita uma página especial sobre a Seleção Brasileira, disponível em: http://sentibol.com/team?name=Seleção+Brasileira. [caption id="attachment_39417" align="alignright" width="249"]Prof. Ahmed Esmin, do DCC/UFLA Prof. Ahmed Esmin, do DCC/UFLA[/caption] O Sentibol foi desenvolvido por uma equipe de seis estudantes, no Laboratório de Inteligência Computacional e Sistemas Avançados (Licesa), sob a coordenação do professor Ahmed Ali Abdalla Esmin (Departamento de Ciência da Computação). Para a concretização da plataforma, foram aplicadas técnicas de mineração de textos, mineração de opinião, análise de sentimentos e recuperação de dados. Segundo o professor Ahmed Esmin, o objetivo do Sentibol é fazer a análise de sentimentos dos torcedores nas redes sociais e concentrar as notícias sobre os times. “Dessa forma, tentaremos medir a paixão dos torcedores pelos seus times”, resume o coordenador do projeto. “O que pretendemos é usar as informações para mudar o jeito de ver, de acompanhar futebol. O Sentibol é desenvolvido pensando nos torcedores e nos jornalistas, que podem ter um novo portal com muitas informações”, explica o professor. Acesse: http://sentibol.com/