Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

MUR mobiliza calouros para doação de sangue – objetivo é ajudar pacientes da região

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Terça, 26 Agosto 2014 08:05 | Última Atualização: Segunda, 25 Agosto 2014 10:56
campanha doação de sangueDe acordo com o Ministério da Saúde, entre 2003 e 2013, o número de transplantes no Brasil cresceu 84%, o número de cirurgias subiu 619% e os atendimentos de urgência aumentaram 627%. Esses e outros procedimentos elevam a demanda por transfusões de sangue nos hospitais. Para mobilizar os calouros da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e incentivá-los a colaborar com essa causa de saúde pública, o Movimento Universidades Renovadas (MUR) promove campanha de doação de sangue na próxima quinta-feira (28/8). Os estudantes que queiram participar podem procurar pelos membros do MUR na Cantina Central, até 27/8, das 11h30 às 13h30, para manifestar seu interesse. A meta é reunir cerca de 30 voluntários. O ônibus da UFLA sairá às 7h30 da Portaria Principal para levar os doadores até o Posto Avançado de Coleta Externa (Pace) da Fundação Hemominas, que funciona na Unidade de Pronto Atendimento (Urpa) de Lavras. Saiba por que é importante ser um doador Pacientes em tratamento contra o câncer, que têm doenças genéticas, que sofrem queimaduras ou outros acidentes, que vão se submeter a cirurgias, entre outras situações, podem precisar de transfusão de sangue. Nesse caso, seu atendimento depende da solidariedade de um doador. De acordo com a Hemominas de São João del Rei, responsável por coordenar o Pace instalado na Urpa, os hospitais de Lavras têm uma necessidade semanal de cerca de 60 bolsas de sangue. Para o doador, o procedimento é simples: ele passa por uma triagem clínica na unidade hemoterápica, faz um teste rápido para verificar se não há risco de anemia, recebe um lanche para garantir sua hidratação e segue para a coleta do sangue, procedimento que demora poucos minutos. São retirados cerca de 450 ml de sangue. Em 24 horas, o organismo repõe o volume líquido de sangue doado e não há prejuízos para quem pratica o gesto. Para doar sangue, é preciso: - Ter entre 16 e 69 anos. Para quem tem idade de 16 e 17 anos, ou mais de 60 anos, é  importante conhecer as normas especiais. Consulte-as neste link. - Ter e estar com boa saúde; - Pesar acima de 50 kg; - Ter dormido bem na noite anterior à doação; - Não estar em jejum. Pela manhã, o candidato à doação deve se alimentar, evitando apenas alimentos gordurosos. Após o almoço, é necessário aguardar três horas para doar. - Mulheres, mesmo quando menstruadas ou em uso de anticoncepcionais, podem fazer a doação. - Apresentar documento oficial e original de identidade que tenha foto, filiação e assinatura, como carteira de identidade, carteiras de conselhos de classe reconhecidos oficialmente, carteira de trabalho, certificado de reservista e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para outras informações, clique aqui.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.