Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Turmas de 1964 e 1989 celebram Jubileu de Ouro e Prata – Veja a galeria de fotos

Publicado: Quinta, 18 Setembro 2014 06:47 | Última Atualização: Segunda, 03 Mai 2021 08:12

IMG_1624Aos poucos, a timidez vai ficando de lado, os amigos se aproximam e o abraço forte traz de volta as lembranças memoráveis do tempo de graduação. A Universidade está muito diferente daquele tempo, assim como os colegas também não aparentam a fisionomia da juventude. Mas a emoção de reencontrar os amigos na cerimônia que celebra o Jubileu de Ouro e Prata é indescritível. A cerimônia que comemora os 50 e 25 anos de formatura foi realizada na sexta-feira (6/9), no Salão de Convenções da Universidade, em homenagem às turmas de 1964 e 1989. Ao todo, 89 profissionais receberam o certificado que marca a data especial, como parte comemorações de 106 anos da Universidade. Para o reitor da Universidade Federal de Lavras (UFLA), José Roberto Scolforo, os ex-alunos são verdadeiros embaixadores da Instituição, levando aos mais distantes locais o nome ESAL/UFLA, com amor e orgulho de pertencerem a essa história. Em sua fala, Scolforo relembrou as grandes passagens como a federalização em 1963, quando a comunidade acadêmica (estudantes, técnicos e professores) somavam 180 pessoas e, hoje, 20 anos após a transformação em universidade, a comunidade acadêmica reúne 14 mil pessoas. Para o reitor, esta expansão se deu de forma equilibrada, consolidando a qualidade confirmada em diferentes índices de avaliação.  “O desafio agora é conquistar a dimensão universitária, agregando diferentes áreas do conhecimento, dignificando as conquistas em 106 anos de história”, reforçou. “O momento é para celebrar os triunfos, vitórias e até as derrotas se for preciso. Como é bom retornar a instituição em que depositamos tantos sonhos”. Essas palavras foram pronunciadas na cerimônia pelo ex-diretor da Escola Superior de Agricultura de Lavras (ESAL), Alysson Paullineli. Também ex-aluno da turma de 1959, Alysson destacou a importância de retornar sempre à Instituição, para reforçar a amizade e orgulho de pertencer a essa história. “Vocês fazem parte desta vitória. Desejo que vocês encontrem aqui força e inspiração para seguir em frente”, enfatizou. Para a vice-reitora e ex-aluna, professora Édila de Resende Von Pinho, é um orgulho saber que o sucesso dos ex-alunos também representa o sucesso da Instituição. Ela destacou ainda que, além da realização profissional, espera que a formação aqui recebida tenha permitido também a realização pessoal, com grandes vitórias. Depoimentos “Diferente das empresas, a Universidade é nosso sobrenome para sempre. Este momento pode ser resumido em três palavras: saudade, orgulho e gratidão”. - Evandro Nei Oliver – 25 anos “É uma alegria  participar deste momento. Tivemos que utilizar toda a tecnologia para reunir os amigos nesta cerimônia emocionante...O que seria de nós sem a formação que aqui tivemos e os laços de amizade que aqui cultivamos”. - Valéria da Glória Pereira Brito – 25 anos “É uma alegria reencontrar os amigos e professores. Essa Instituição faz parte de nossas vidas. A bagagem recebida aqui, quero repassar para meus filhos”. - Eugênio de Araújo Neto – 25 anos “A história desta instituição é marcada pela humildade...Nós fomos a primeira turma a fazer uma greve. O momento era bem difícil para o país e o nosso paraninfo foi o então deputado federal Tancredo Neves...Tive a honra de ser orador da turma de 1964, e repito aqui algumas palavras proferidas naquele dia: raros são os momentos de alegria...alegria que se repete hoje, com a honra de estar aqui novamente.” - Prof. Clauzer de Souza Duarte – 50 anos “Nossa turma entrou nesta casa de ensino na pior época política do país e em meio a uma crise. Mas tínhamos o professor Alysson Paulinelli, que ajudou e liderou o processo de federalização, depois foi secretário de Estado e ministro da Agricultura...Tínhamos o professor Alfredo Scheid Lopes, que foi pioneiro na utilização do solo de cerrado para a produção de alimentos...Somos uma turma que ajudou a fazer o mapa topográfico da ESAL e nós temos muito a que nos orgulhar!” - Prof. Roberto Maciel Cardoso – 50 anos Veja a galeria de fotos. Clique na primeira foto e siga a seta para abrir as demais em tamanho expandido.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.