Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Engenheiros Sem Fronteiras de Lavras ganham prêmios em Congresso Nacional

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Quarta, 10 Setembro 2014 13:25 | Última Atualização: Terça, 09 Setembro 2014 13:32
ESF-premiosDurante o I Congresso Nacional dos Engenheiros Sem Fronteiras (ESF), realizado entre os dias 29/8 e 31/8, a ONG premiou, em quatro categorias, os núcleos que se destacaram na gestão e nos projetos desenvolvidos. O Núcleo Lavras, integrado por estudantes de diferentes cursos da Universidade Federal de Lavras (UFLA), sob a coordenação do professor do Departamento de Engenharia (DEG) Gilmar Tavares, venceu em três categorias: Projeto de maior repercussão/impacto; Mais pessoas beneficiadas durante o último ano e Maior desenvolvimento organizacional no último ano. Estimulando a integração entre todos os voluntários com dinâmicas e apresentações, o evento contou um momento em que cada núcleo apresentou seus projetos e os avanços de sua gestão. O Núcleo Lavras alcançou as premiações devido a cinco trabalhos desenvolvidos, que foram destaque no Congresso: Projeto Quintal Verde, Projeto Marolo, Projeto Vista Alegre, Projeto GPS e Núcleos de Evento e de Desenvolvimento.
"A ciência existe para melhorar a vida das pessoas e proteger o meio ambiente". Professor Gilmar Tavares.
De acordo com o professor Gilmar, os trabalhos que vêm sendo feitos pela equipe da ONG contribuem para que a Universidade exerça sua responsabilidade social. "A ciência existe para melhorar a vida das pessoas e proteger o meio ambiente", disse o coordenador do grupo. "Um mundo novo é possível. Um mundo novo é necessário", completa. Os premiados receberam livros da Editoria UFV, latas de doce de leite Viçosa e flores, além deum jantar. Na quarta categoria – Melhores práticas de gestão/inovação – o vencedor foi o Núcleo Unisinos, de São Leopoldo (RS). O local será sede do próximo Congresso dos EsF. O evento deste ano foi realizado em Viçosa (MG), que é a sede da diretoria nacional da ONG e do primeiro núcleo do país. Estiveram presentes representantes de núcleos dos ESF de todo o país, como o da Unisinos/RS, o de Itabira (MG), o de Viçosa, o Fanor (Fortaleza- CE), o de Brasília e o de Sete Lagoas (MG). No terceiro e último dia de Congresso, os participantes puderam se beneficiar do conhecimento adquirido com os minicursos oferecidos: MS Project; Excel Aplicado à Gestão e Negociação.ESF-premios2   Um pouco mais sobre os projetos que trouxeram as premiações
Projeto Quintal Verde: primeiro projeto da ONG, teve início no ano de 2012, com o intuito de ensinar crianças em colégios públicos de Lavras a cultivar hortas orgânicas sem o uso de agroquímicos e produtos fitossanitários. Atualmente a ONG colabora com a manutenção de hortas no colégio Caic e na Escola Estadual Cristiano Souza.
Projeto Marolo: o projeto tem o objetivo de criar vias sustentáveis para resgatar a produção da Annona Crassiflora (Marolo), que encontra-se em erradicação no Cerrado brasileiro. É desenvolvido juntamente com os agricultores do Quilombo Nossa Senhora do Rosário, em Três Pontas (MG). A busca é por técnicas para a produção de sementes, plantio, manejo, conservação, comercialização e encaminhamento da espécie, que é nativa no município. Os integrantes da Associação dos Agricultores Familiares do Quilombo Nossa Senhora do Rosário de Três Pontas (AQUI3P) já passaram por três capacitações na UFLA, nas áreas de doces, panificação e manipulação de alimentos.
Projeto Vista Alegre: iniciado em 2013, busca a melhoria das condições de vida da população do bairro Vista Alegre, classificado pelo município como um dos mais carentes de Lavras. Entre as atividades já realizadas estão a aplicação do questionário de diagnóstico participativo, o evento de recreação no dia das crianças,a conscientização sobre reciclagem, a oficina de cartonagem, a oficina de composteira doméstica e reaproveitamento de alimentos. Atualmente, os voluntários estão trabalhando na conscientização sobre representação política, na formação de uma associação de moradores e na melhoria das condições da quadra de esportes - única opção de lazer para as crianças no bairro.
Projeto GPS - Geração de Parcerias Sustentáveis: o projeto busca estabelecer parcerias entre instituições de Lavras e núcleos de estudos da UFLA. O intuito é tornar a estrutura dessas instituições mais sustentáveis e agradáveis para as pessoas que as frequentam. Atualmente, o projeto trabalha com o Parque Francisco de Assis, com aprimoramento da captação de água de chuva para uso na lavagem dos canis, além da construção de um novo canil para os filhotes, contribuindo para reduzir a mortalidade dos cães nos primeiros meses de vida. Há investimentos também na recuperação ambiental da área adjacente a um córrego que passa pelo local, realizada em parceria com o Núcleo de Estudos da Silvicultura, do curso de Engenharia Florestal.
Núcleo de Eventos e Núcleo de Desenvolvimento: criados em abril de 2014, os Núcleos buscam auxiliar na elaboração de eventos relacionados aos projetos, à capacitação dos membros voluntários e à divulgação do ESF em Lavras, além do desenvolvimento de tecnologias socioambientais que auxiliem nas técnicas utilizadas nos projetos em andamento. Neste semestre, já foram realizados pelo Núcleo de Eventos a I Semana de Capacitação do Engenheiros Sem Fronteiras, o ESF na Praça, a Ação no Semáforo e o Minicurso de Captação de Água de Chuva para Fins de Reúso. O Núcleo de Desenvolvimento trabalhou na construção de uma composteira doméstica e, atualmente, trabalha no projeto de fossa séptica que será alternativa de tratamento de efluentes para a zona rural.
ESF-premios3