Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Simpósio de Manejo de Doenças de Plantas aborda a sanidade de raízes

Publicado: Quinta, 11 Setembro 2014 14:55 | Última Atualização: Quarta, 10 Setembro 2014 06:40
[caption id="attachment_65088" align="alignright" width="249"]simposio-nefit Professor Paulo Roberto de Camargo e Castro, primeiro palestrante[/caption] O XIV Simpósio de Manejo de Doenças de Plantas foi aberto na manhã de ontem (9), no Salão de Convenções da UFLA, e prossegue até o dia 11. Neste ano, o evento atualiza os participantes sobre serviços e produtos voltados para a sanidade de raízes. A abertura contou com a participação do coordenador geral do Núcleo de Estudos em Fitopatologia (Nefit), Paulo Victor Azevedo Cardozo. O Nefit organizou o evento e Paulo Victor deu as boas-vindas aos participantes. O professor Flávio Medeiros, coordenador do Departamento de Fitopatologia (DFP), lembrou que a sugestão do tema foi dada pelo professor José da Cruz Machado, também integrante da mesa de abertura. A escolha permitiu a abrangência de duas áreas distintas: a fitopatologia e a sanidade de raízes. [caption id="attachment_65089" align="alignleft" width="249"]Mesa de abertura do Simpósio Mesa de abertura do Simpósio[/caption] A escolha do tema foi elogiada pela reitora em exercício, professora Édila Vilela de Resende Von Pinho: “A sanidade das raízes impacta diretamente na produtividade; portanto, na renda do agricultor e nos resultados da agricultura”, afirmou. Em seguida, ocorreu a palestra “Fisiologia e Anatomia das Raízes”, com o professor Paulo Roberto de Camargo e Castro, docente titular da Esalq-USP, na área de Fisiologia Vegetal. O simpósio é organizado anualmente pelo Nefit e já é um evento tradicional no Brasil em áreas que abrangem assuntos no âmbito da fitopatologia. Também já atrai participantes do exterior. Conta com o apoio da Capes, Fapemig e empresas privadas. A programação completa do Simpósio pode ser vista aqui.