Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA e Prefeitura de Lavras lançaram nesta sexta (12/9) o projeto Educação Conectada - veja fotos

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Quarta, 24 Setembro 2014 06:33 | Última Atualização: Sexta, 12 Setembro 2014 10:12
corpo 6O Salão de Convenções da Universidade Federal de Lavras (UFLA) acolheu um público diferente na manhã desta sexta-feira (12/9): quase quinhentas crianças da rede municipal de ensino. Como olhos atentos e fixos na tela dos tablets que receberam no local, elas participaram do lançamento do projeto Educação Conectada, desenvolvido por uma parceria entre a UFLA e a prefeitura de Lavras. Pelo projeto, os 11 mil estudantes das escolas municipais terão tablets para uso individual durante as aulas, sempre que os professores da disciplina precisarem desse recurso tecnológico para enriquecer o processo de ensino-aprendizagem. Os professores do Departamento de Ciência da Computação (DCC) da UFLA, responsáveis pela parceria, coordenaram a criação do ambiente virtual que abriga o conteúdo didático de apoio às aulas. O Portal Educacional foi nomeado como Ambientes Virtuais das Escolas de Lavras (Leva). A configuração dos dispositivos portáteis, o suporte técnico e a capacitação de professores, supervisores e diretores das escolas também corpo7são atribuições da UFLA na parceria. Com as capacitações, o objetivo é garantir que a equipe pedagógica do município fique apta a abastecer a nova ferramenta com conteúdos mais específicos e a orientar a utilização dos tablets pelos alunos. Tais capacitações ocorrerão tanto por meio de cursos de extensão organizados pela Universidade, como por cursos de pós-graduação lato sensu. A rede de 34 km de fibras ópticas que já foi instalada, e interliga as escolas, estará conectada a um servidor localizado na UFLA, onde ficará armazenado todo o material da grade curricular de cada série da educação básica. As escolas terão à sua disposição internet wi fi e a possibilidade de oferecer aos estudantes uma atenção individualizada, já que as ferramentas tecnológicas permitirão registrar e acompanhar os acessos e o desempenho dos alunos. A previsão é de que até 5/10 a estrutura esteja toda preparada nas escolas. A primeira fase do projeto atenderá aos estudantes do Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano). Já a segunda fase, a ser desenvolvida em 2015, estenderá os recursos ao Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano). Além disso, a UFLA mantém atividades de extensão nas escolas municipais que poderão se beneficiar do "Educação Conectada". De acordo com a coordenadora do projeto na UFLA, professora Ana Paula Melchiori, os projetos já existentes, que envolvem diferentes departamentos da Universidade, serão convidados a aderir ao "Educação Conectada" e poderão utilizar-se de suas ferramentas tecnológicas e do cronograma de interação nas escolas. A solenidade de lançamentocorpo3 A mesa de honra da cerimônia foi composta pelo reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo; pelo prefeito de Lavras, Marcos Cherem; pelo vice-prefeito, Aristides Silva Filho; pelo presidente da Câmara Municipal, Marco Possato; pela secretária municipal de Educação, Cláudia das Neves Vieira Lopes Carvalho; pelo chefe do DCC, professor Joaquim Quinteiro Uchôa; pela coordenadora do Projeto na UFLA, professora Ana Paula Piovesan Melchioripela; pela vice-diretora das fundações Faepe e Fundecc, Isabel Cristina de Resende Salgado; pela coordenadora de Técnicas Aplicadas à Educação no município, Karla Veloso e pelo diretor de Gestão em Tecnologia da Informação (DGTI), Erasmo Evangelista de Oliveira.
“Esse projeto vai ajudá-los a se prepararem melhor para o futuro, e esperamos que esse futuro seja aqui, na UFLA, como nossos estudantes”. Professor Scolforo, reitor da UFLA.
O reitor da UFLA chamou a atenção das crianças para a importância da dedicação aos estudos. “Esse projeto vai ajudá-los a se prepararem melhor para o futuro, e esperamos que esse futuro seja aqui, na UFLA, como nossos estudantes”. Ele lembrou a vantagem oferecida pelo projeto de o professor poder acompanhar de forma mais individual o desempenho de cada aluno, por meio dos registros e dos acessos à ferramenta. “Estudando muito, vocês poderão sonhar bons sonhos e fazer deles realidade”. De maneira geral, os discursos feitos pelas autoridades presentes foram de comemoração pelas conquistas do projeto. A professora Ana Paula aproveitou a oportunidade para corpo1agradecer a todos que acreditaram no "Educação Conectada" e colaboraram com sua implementação. Ela destacou que, pelo fácil manuseio observado entre os alunos no momento em que receberam os tablets, foi possível perceber que não haverá dificuldades em lidarem com a tecnologia. O presidente da Câmara disse aos pequenos estudantes que poucas crianças no Brasil têm hoje a oportunidade de usufruir dessa tecnologia no ambiente escolar. “Somente por meio da educação teremos um futuro melhor para esta cidade”. “Ver hoje o sonho transformando-se em realidade deixa-me muito feliz”, resumiu a secretária de educação do município. O prefeito Marcos Cherem também rememorou os passos iniciais da gestão, em que a preocupação era encontrar uma forma de garantir a conexão com a Internet a todas as escolas. “Nosso objetivo sempre foi oferecer aos alunos das escolas municipais as mesmas oportunidades que o estudante da rede particular possui”. Ele também enfatizou a Educação como única forma de acesso ao sucesso. A avaliação do público das escolas corpomeninasAs estudantes do 5º ano da Escola Municipal Guilherme Henrique de Carvalho Elis Maria Carvalho de Souza (10 anos) e Raysna Kenly (11 anos) desvendaram rapidamente os recursos oferecidos pelos tablets e avaliaram com satisfação a iniciativa. “Acho isso muito bom, porque pode ajudar a gente na escola”, disse Elis. “É para desenvolver nossos estudos”, completou Raysna. Para a diretora da Escola Municipal Umbelina Azevedo Avelar, Maria Betânia de Castro Nunes Santos, o projeto merece comemoração. “Tudo que é feito em prol da Educação, do bem-estar dos nossos alunos e para que se sintam inseridos nessa sociedade – que passa a ser virtual – nos deixa muito felizes. Eu agradeço à Universidade e à prefeitura por isso”, disse. A receptividade foi a mesma por parte da diretora da Escola Municipal Paulo Lourenço Menicucci, Meire Aparecida Salustiano. “É inovador. Os meninos estão totalmente voltados para essas novas tecnologias e será prazeroso para eles aprender com esses recursos”, comentou.

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.