Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia recebe inscrições até 10/10

Publicado: Terça, 16 Setembro 2014 12:28 | Última Atualização: Segunda, 15 Setembro 2014 13:02
premiomercosulEstão abertas, até o dia 10 de outubro, as inscrições para o Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia - Edição 2014, cujo tema é "Popularização da Ciência". Os candidatos podem se inscrever em uma das seguintes categorias: iniciação científica, estudante universitário, jovem pesquisador e integração. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo endereço: www.premiomercosul.cnpq.br A categoria "Estudante universitário" prevê premiação individual, para estudantes do ensino superior (graduandos), sem limite de idade. A categoria "jovem pesquisador" também é individual e voltada a pesquisadores graduados com no máximo 35 anos até 10/10/2014. Já a categoria "integração" destacará equipes de pesquisadores graduados, sem limite de idade. Cada equipe deve ser composta por pelo menos dois pesquisadores residentes em países membros ou associados ao Mercosul, de nacionalidades ou naturalidades diferentes. As equipes compostas por pesquisadores de um só país serão desclassificadas. O lançamento do prêmio foi simultâneo nos países membros e associados ao Mercosul- Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Sobre o prêmio - Inicialmente chamada de Prêmio Mercosul para Jovens Pesquisadores, a premiação foi criada pela RECyT, em 1998. A iniciativa tem por objetivo premiar os trabalhos que representem potencial contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros e associados ao Mercosul, bem como incentivar a realização de pesquisa científica, tecnológica e a inovação no bloco e contribuir para o processo de integração regional. Atualmente o Prêmio é organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil (MCTI) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), conta com o apoio institucional da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e patrocínio da Confederação Nacional da Indústria (CNI).
 Com informações da Coordenação de Comunicação Social do CNPq