Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

IV Fórum de Química Ambiental teve abertura oficial na sexta-feira (17/10)

Escrito por Ana Eliza Alvim | Publicado: Terça, 21 Outubro 2014 08:51 | Última Atualização: Segunda, 20 Outubro 2014 12:30
image018No último fim de semana (17/10 a 19/10), ocorreu na Universidade Federal de Lavras (UFLA) a quarta edição do Fórum de Química Ambiental (FQA). Promovido pelo Departamento de Química (DQI), pelo Centro Acadêmico de Química e pela empresa júnior PQ Júnior, o evento reuniu cerca de 200 participantes. A abertura, realizada em 17/10 às 19h, teve na composição da mesa de honra o pró-reitor de Pós-Graduação, professor Alcides Moino Júnior, que representou o reitor; o chefe do DQI, Mário César Guerreiro; o coordenador geral do evento, professor Fabiano Magalhães; o presidente da PQ Júnior, Diego Flausino Brasileiro; a vice-coordenadora da comissão científica do evento, professora Luciana Lopes Silva Pereira e o presidente do Centro Acadêmico de Química, Ronan Araújo Rosa. Professor Alcides, antes de declarar abertos os trabalhos, parabenizou a comissão organizadora, desejou a todos bom aproveitamento do evento e enfatizou os benefícios que o Fórum poderia trazer. “Esta é uma oportunidade para que vocês conheçam também o trabalho feito  pelos professores da UFLA na área de Química Ambiental, trabalhos que têm beneficiado a própria instituição, como é o caso do Plano Ambiental da Universidade”, disse. A importância dos assuntos que seriam tratados foi defendida pelo professor Fabiano, que lembrou ao grupo o fato de o Fórum abordar, inclusive nas edições anteriores, temas relevantes da área. Em 2014, o foco foi “Inovação e sustentabilidade”; no ano anterior, a questão “Energia e a eficiência elétrica” norteou as discussões. Ele ressaltou que, com o crescimento populacional, cresce o consumo, cresce a atividade industrial e cresce o volume de resíduos. Para Fabiano, esse panorama, além de exigir políticas de educação ambiental, demanda novas tecnologias e processos a baixo custo. A primeira palestra do Fórum - Reciclagem de rejeitos industriais: do laboratório à indústria – foi ministrada pelo professor da  Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Luiz Carlos Alves de Oliveira. Ele falou sobre pesquisas que desenvolveu e de tecnologias que foram transferidas para a indústria. “Os exemplos são importantes para desmistificar com os estudantes a ideia de que o professor não pode ter empresa, ou trabalhar com elas.” Por já ter atuado na UFLA durante 7 anos, disse sentir-se “em casa” ao participar do evento.