Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

Prorrogado o prazo para adquirir os cafés finalistas do Concurso de Qualidade Cafés de Minas em leilão virtual

Publicado: Quarta, 26 Novembro 2014 07:36 | Última Atualização: Sexta, 21 Novembro 2014 13:00
concurso-cafe-provaMinas Gerais, Estado responsável por mais de 50% do café produzido no País, realiza anualmente o Concurso de Qualidade Cafés de Minas, para selecionar os melhores cafés da safra. Neste ano, os cafés finalistas de cada categoria (modalidade natural e café cereja descascado), do Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Matas de Minas, estão à disposição para potenciais compradores em um leilão virtual. O prazo para o envio de lances foi prorrogado até o dia 25 de novembro. O Leilão dos cafés campeões é realizado pela Fundação de Apoio ao Ensino pesquisa e Extensão – Faepe, sediada no câmpus histórico da Universidade Federal de Lavras (UFLA). Os interessados devem acessar o site da Faepe para orientações de participação, informações sobre as características sensoriais dos cafés finalistas e envio dos lances. O leilão é aberto a todos os interessados: pessoas físicas e jurídicas, cooperativas, cafeterias, restaurantes e empresas do setor. As inscrições no leilão podem ser feitas até o dia 25 de novembro. Os compradores dos cafés finalistas também serão homenageados na festividade de encerramento do Concurso, no dia 27/11/2014, em Patos de Minas. Seleção dos cafés finalistas A seleção dos melhores cafés foi realizada na UFLA, por uma comissão composta por 13 julgadores oficiais. Ao todo, foram selecionados 33 cafés finalistas das quatro regiões produtoras: 10 amostras do Sul de Minas, 10 do Cerrado Mineiro, 10 das Matas de Minas e três da região Chapadas de Minas. O Concurso deste ano recebeu 1029 amostras das quatro principais regiões produtoras. A avaliação final das amostras foi realizada no Polo de Qualidade do Café, ligado à Agência de Inovação do Café – Inovacafé. Nessa etapa final, foram realizadas análises sensoriais de 82 amostras de café natural e 47 amostras de cereja descascado (CD). Qualidade dos cafés De acordo com o presidente da comissão julgadora do Concurso, Jorge Assis Menezes, a qualidade dos cafés naturais surpreendeu os avaliadores. Contrariando a expectativa de redução da qualidade, em razão da seca enfrentada pelas principais regiões produtoras, o café natural – nome dado ao café seco naturalmente no terreiro e/ou secador, apresentou qualidade excepcional, com sabores que deverão agradar o mercado. Jorge Menezes explicou que esse resultado representa a realidade da produção cafeeira no Estado, que tem expectativa de safra de 22.992.048 sacas de café na safra 2014, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Para o coordenador do concurso, Marcos Fabri Junior, gerente da regional Emater-MG de Lavras, o principal objetivo do concurso é educativo. Ele explica que todas as amostras são avaliadas de forma detalhada, sendo emitidos laudos para os extensionistas da Emater-MG, que fazem um trabalho posterior com cada cafeicultor inscrito no Concurso, de forma a resultar na melhoria contínua dos cafés produzidos no Estado. Encerramento do Concurso Os três melhores cafés, de cada região produtora, serão anunciados durante solenidade de encerramento do concurso, no dia 27 de novembro/2014, às 20 horas, em Patos de Minas/MG (Cerrado Mineiro). Na solenidade, também serão homenageados os cafeicultores com os melhores cafés produzidos com sustentabilidade, baseado na certificação oficial do Estado, o Certifica Minas Café. A partir desta edição, o local do encerramento do Concurso de Qualidade Cafés de Minas será itinerante, contemplando, a cada ano, uma das quatro regiões produtoras de café do Estado. O Concurso dos Cafés de Minas é uma iniciativa do Governo de Minas, realizada por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e Emater-MG, em parceria com a UFLA, Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT - Café), Instituto Federal de Tecnologia do Sul de Minas e Faepe. A classificação física e sensorial das amostras é realizada na UFLA e no Centro de Excelência do Café, em Machado, ambos no Sul de Minas.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.