Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA vai oferecer Doutorado Interinstitucional em Administração em parceria com a UFVJM

Publicado: Segunda, 15 Dezembro 2014 07:38 | Última Atualização: Sexta, 05 Dezembro 2014 14:10
[caption id="attachment_75388" align="alignright" width="249"]Prédio do Departamento de Administração e Economia (DAE), na UFLA Prédio do Departamento de Administração e Economia (DAE), na UFLA[/caption] A Universidade Federal de Lavras (UFLA) dá mais um importante passo na formação de profissionais qualificados para o desenvolvimento do Estado. O Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA/UFLA) aprovou na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) o projeto para oferecer o Doutorado Interinstitucional (Dinter) em Administração em parceria com a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM). O curso será ofertado no câmpus de Teófilo Otoni. O Dinter oferece formação em nível de doutorado a profissionais que atuam fora dos grandes centros educacionais do País, aproveitando a competência de programas de pós-graduação já consolidados. No caso da UFLA, o PPGA recebeu na última avaliação trienal da Capes o conceito 5, comprovando sua maturidade técnico-científica. Financiado pela Capes, serão oferecidas 14 vagas, sendo 10 vagas para professores da UFVJM e quatro vagas para professores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Câmpus de Governador Valadares. Para a inclusão no Programa, os candidatos deverão passar por processo seletivo específico, previsto para o início do ano e as aulas estão programadas para iniciarem em agosto de 2015. (Em breve será divulgado o Edital). Para o coordenador do Programa na UFLA, professor Luiz Marcelo Antonialli, a oferta do Dinter está em sinergia com os objetivos do PPGA, que inclui a formação de doutores para desempenhar papel de destaque no âmbito regional e nacional, em especial, em regiões menos desenvolvidas do País. Avaliação positiva No relatório da Capes que formalizou a aprovação do Programa, os avaliadores enfatizam a maturidade técnico-científica dos coordenadores e do quadro docente, destacando que a oferta não deverá comprometer a qualidade do programa oferecido na Universidade. Além disso, reforça a relevância do Programa aprovado, justificada pelas baixas condições de desenvolvimento da região de atuação da Instituição receptora (UFVJM) e pela carência de professores com título de doutor na área da Administração (apenas 10% do quadro de professores do curso de administração). “As regiões dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri concentram 2,8 milhões de habitantes e são historicamente marcadas por condições naturais e estruturais adversas. O Dinter é contextualizado pela necessidade de desenvolvimento destas regiões e se justifica por viabilizar a formação de doutores com linhas de pesquisas que fortaleçam a instituição como agente promotor do desenvolvimento das regiões”. De acordo com a avaliação da Capes, a realização do Dinter trará impactos positivos à região e à instituição, como diminuir as disparidades inter-regionais, melhorar a qualidade do ensino e de produção científica, criar e fortalecer grupos de pesquisa e promover uma maior participação dos docentes em editais de órgãos de fomento, públicos e privados. Salienta-se ainda que o Programa deverá contribuir para o fortalecimento e criação de linhas de pesquisa e trabalhos extensionistas que respondam às necessidades regionais e ampliem o comprometimento e a abrangência institucional como agente promotor do desenvolvimento da região pretendida. O curso De acordo com a proposta, o curso prevê 37 disciplinas entre obrigatórias e eletivas das distintas áreas de concentração. Nos três primeiros semestres, os professores da UFLA ministrarão disciplinas no câmpus de Teófilo Otoni. No quarto período, os estudantes deverão participar de um estágio obrigatório na UFLA. O curso tem previsão para término em 36 meses, podendo ser prorrogado até 48 meses. Na UFVJM, a coordenadora será a professora Ivana Carneiro Almeida.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
Coronavírus Covid-19: É importante de informar e prevenir. ufla.br/coronavirus
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.