Ir direto para menu de acessibilidade.
Atenção! Você está acessando um arquivo automático de notícias e o seu conteúdo pode estar desconfigurado. Acesse as notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.

UFLA inicia Pós-Graduação em Controle, Detecção e Repressão a Desvios de Recursos Públicos

Publicado: Sexta, 13 Março 2015 09:07 | Última Atualização: Quinta, 05 Março 2015 14:39
[caption id="attachment_80904" align="alignleft" width="249"]Reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, com autoridades dos órgãos federais durante a aula inaugural do curso de Pós-Graduação Reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, com autoridades dos órgãos federais durante a aula inaugural do curso de Pós-Graduação. Foto: Frederico Ferreira[/caption] Nesta quinta-feira (5/3), 45 profissionais vinculados à Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal (MFP) e ao Departamento de Polícia Federal (DPF) participam da aula inaugural do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Controle, Detecção e Repressão a Desvios de Recursos Públicos. O curso é ofertado pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) em parceria com a Escola de Administração Fazendária - Ministério da Fazenda (Esaf/MG). A cerimônia foi realizada na sede da CGU, em Belo Horizonte, com aula magna proferida pelo desembargador federal Fausto Martin de Sanctis. O reitor da UFLA, professor José Roberto Scolforo, participou do evento, que destacou o ineditismo da articulação de importantes órgãos federais, para a realização de um curso em rede, com a finalidade específica de incrementar o combate à corrupção. Participaram da mesa de abertura, além do reitor, a diretora da Esaf/MG, Anna Carla Duarte Chrispim; o chefe da Controladoria Geral da União em Minas Gerais, Roberto César de Oliveira Viegas; o superintendente regional da Polícia Federal de Minas Gerais, Sérgio Barbosa Menezes e o coordenador do Núcleo de Patrimônio do Ministério Público Federal, Leonardo Augusto Santos melo, no ato representando o procurador regional da República em Minas Gerais, Adailton Ramos do Nascimento. Também participaram da cerimônia o pró-reitor adjunto de Pós-graduação Lato Sensu, professor Daniel Carvalho, e a professora do Departamento de Administração e Economia (DAE/UFLA), Mirelle Cristina Quintella. [caption id="attachment_80905" align="alignright" width="249"]Aula inaugural do curso Pós-Graduação Lato Sensu em Controle, Detecção e Repressão a Desvios de Recursos Públicos Aula inaugural do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Controle, Detecção e Repressão a Desvios de Recursos Públicos. Foto Frederico Ferreira[/caption] Para o reitor, a UFLA é sempre parceira em projetos que visam à qualificação e desenvolvimento dos agentes públicos, neste caso especial, profissionais que atuam em órgãos de controle e repressão do desvio de recursos públicos. “Além da relevância do curso, será uma oportunidade para o compartilhamento de informações e para o aprimoramento do combate à corrupção”, reforçou Scolforo. Em parceria com a Esaf, a UFLA foi convidada para participar da elaboração do projeto e fazer a gestão acadêmica do curso, atendendo à demanda específica dos órgãos federais. De acordo com o professor Daniel Carvalho, a escolha da Universidade foi justificada pela consolidada reputação na área da adminsitração e gestão pública. Ele enfatiza que os benefícios do curso extrapolam a sala de aula, representando também um aprendizado para a própria Instituição, além da relevante parceria com a Esaf, referência na capacitação de servidores para o desempenho de funções na gestão das finanças públicas. A parceria entre a UFLA e a Esaf/MG também foi ressaltada pela diretora da Escola de Governo, Anna Carla Duarte Chrispim. Em sua avaliação, o curso representa uma aproximação entre a academia e a prática, possibilitando a difusão do conhecimento de forma mais aplicada na área da gestão pública. Ela adiantou que a sinergia entre as instituições poderá render novos frutos, incluindo uma parceria para a capacitação dos próprios servidores da Universidade. Sobre o Curso O curso tem a coordenação do professor Ricardo Augusto de Araújo Teixeira, do Departamento de Direito (DIR/UFLA) e a elaboração do projeto teve a participação do pró-reitor de Pós-Grduação, Alcides Moino Júnior e do professor Daniel Carvalho (DAE/UFLA). O curso é presencial, com aulas realizadas em Belo Horizonte.  Serão 15 participantes de cada instituição, no total de 45 agentes públicos. O conteúdo programático prevê, entre outros assuntos, Auditorias de Contratação de Serviços na Administração Pública, Fiscalização de Obras, Análise de Planilhas Orçamentárias, Improbidade Administrativa, Organização Criminosa e Lei de Corrupção, Análise Patrimonial como Ferramenta de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. Entre os professores que respondem pelas disciplinas, professores da Universidade e convidados especiais. A intenção é que o ambiente acadêmico, além de fornecer o instrumental necessário ao aprofundamento do conhecimento teórico e prático acerca da matéria, também propicie a integração entre as instituições, com a uniformização de entendimentos e troca de experiências.  

 

Atenção! As notícias mais antigas (anteriores a Maio/2018) estão disponíveis em nosso repositório de notícias no endereço www.ufla.br/dcom.
 
Portal da Ciência - Universidade Federal de Lavras
FalaBR: Pedidos de informações públicas e manifestações de ouvidoria em um único local. Sistema Eletrônico de Informações ao Cidadão (e-SIC) e Ouvidoria.